quarta-feira, 17 de agosto de 2022

Ageman notifica Manausluz por não conformidade em luminárias de LED e ausência de postes em vias da zona Centro-Sul

Iluminação de vias principais da cidade, está comprometida.
Foto: Divulgação

Manaus (AM) – A Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Ageman) notificou a concessionária Manausluz pela existência de não conformidade identificada em algumas luminárias de LED e pela ausência de postes de iluminação em vias da zona Centro-Sul de Manaus.

Segundo relatório técnico elaborado pela diretoria de Gestão Energética e Iluminação Pública da Ageman, os braços de algumas luminárias estariam desajustados, comprometendo a iluminação de vias como as avenidas Jacira Reis, Djalma Batista, Darcy Vargas, São Jorge e rua Jerônimo Ribeiro, no bairro São Raimundo.

“Identificamos que, em alguns lugares, a via estava escura ou a luminosidade concentrada na calçada, então é necessário que a empresa faça o ajuste necessário ou a substituição da estrutura”, explicou o diretor de Gestão Energética e Iluminação Pública da Ageman, Everaldo Leal.

Leia também: Programa Casa Verde e Amarela financiou mais de 11 mil moradias no Amazonas

No caso da ausência dos postes de iluminação, a fiscalização da Ageman apontou deficiências na iluminação dos locais, que, coincidentemente, havia ocorrências de sinistros de abalroamento por veículos. Na época, os postes danificados tiveram que ser removidos, mas não houve a reposição dos equipamentos pela concessionária, de acordo com os prazos e recomendações contratuais, inclusive, com registros de boletins de ocorrências e comunicação ao poder concedente, para eventual fiscalização do retorno da conformidade das situações.

O levantamento feito pelo órgão regulador demonstrou divergências no mapa de postes, evidenciando a ausência de quatro pontos de iluminação pública na avenida Maceió.

 “Observamos que houve sinais de abalroamento dos equipamentos do sistema de iluminação pública, provavelmente causados por veículos, conforme informações fornecidas pelos moradores dos locais e por alguns registros que encontramos nas redes sociais e portais de notícias”, afirmou Everaldo.

Nas duas notificações, a Ageman concedeu prazo de sete dias para que a empresa Manausluz preste informações a respeito das providências tomadas em torno dos fatos.

A Ageman orienta que os usuários também podem contribuir com a melhoria dos serviços de iluminação pública, registrando as demandas para os consertos assim que identificarem os pontos apagados, por meio dos canais de atendimento da Manausluz 0800-201 0001, pelo aplicativo Manaus+Luz ou ainda pelo site www.manausluz.com.br. A Ouvidoria da Ageman também atende as reclamações pelo 0800-092-3511 e pelo WhatsApp 98842-5821.

Receba notícias do Portal Tucumã no seu Telegram e fique bem informado! CLIQUE AQUI: https://t.me/portaltucuma

Tags:
Compartilhar Post:
Veja Também