Águas do Rio Amazonas ficam salgadas e ribeirinhos passam fome e sede

Fenômeno ocorre em função do desmatamento ambiental e do assoreamento do Rio Araguari
Foto: Josinaldo Souza/Arquivo Pessoal

As águas do maior rio do mundo está ficando salgada com o fenômeno que acontece quando o Oceano Atlântico avança sobre o arquipélago da Foz do Rio Amazonas, no Macapá. A água fica imprópria para o consumo.

Conforme o G1, um estudo do Instituto de Pesquisas Cinéticas e Tecnológicas do Estado do Amapá (Iepa) busca entender se a aceleração do fenômeno, que é natural, ocorre em função do desmatamento ambiental e do assoreamento do Rio Araguari, que desagua no Amazonas.

Desde a segunda quinzena de setembro, o rio já apresenta salinização e, com essa mudança, e as famílias da região, especialmente as mais carentes, sentem os danos do avanço da água do mar. Eles relatam sede e fome por não terem acesso a água potável e não conseguirem tratar o líquido do rio.

Os moradores que sobrevivem da venda de pescado, têm amargurado prejuízo devido a escassez com o avanço cada vez mais severo da água salgada.

A alternativa para beber água tem sido buscar em embarcações nas margens da Ilha do Marajó, no estado do Pará.

MATERIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap