Amazonas e União pretendem arrecadar R$ 720 milhões com gás natural

Serão 20 carretas abastecidas com gás natural liquefeito saindo diariamente de Silves rumo a Boa Vista
20 carretas abastecidas com gás natural liquefeito sairão diariamente de Silves rumo a Boa Vista - Fotos: Diego Peres/Secom

O governador Wilson Lima afirmou que a exploração na Usina de Tratamento de Gás (UGT), bem como todos os avanços do Governo do Amazonas voltados para o mercado de gás natural, são de extrema importância para geração de empregos e injeção de investimentos no estado. A afirmação foi nesta segunda-feira (27), durante a inauguração das operações da UTG, localizada em Silves, a 204 quilômetros da capital.

Entre royalties e outros tributos, a expectativa é de mais de R$ 720 milhões de arrecadação para o período de toda a operação. Desde 2019, quando a atual gestão assumiu o Governo do Amazonas um modelo de tributação foi definido e um novo e moderno marco regulatório – o terceiro melhor do país – foi sancionado pelo governador Wilson Lima. Sem essas medidas, não havia competitividade para colocar a operação em prática.

Serão 20 carretas abastecidas com gás natural liquefeito saindo diariamente de Silves rumo a Boa Vista, capital de Roraima. Um total de 120 carretas estão envolvidas em toda a operação logística. Elas irão abastecer a usina termelétrica Jaguatirica 2.

O gás natural do campo de Azulão será transformado em energia para abastecer mais da metade do estado de Roraima. É o primeiro projeto dessa natureza no Brasil, colocando o Amazonas na vanguarda da tecnologia do gás natural no Brasil. Roraima está isolado energeticamente, sendo o último estado do país inteiramente dependente da geração local.

“Quando eu assumi em 2019 eu tive a preocupação de chamar todo mundo para que a gente pudesse destravar e para que, efetivamente, esses empreendimentos acontecessem. Em 15 dias entreguei a Licença de Operação da Eneva. Fiz, junto com a Cigás e a Secretaria de Fazenda, a construção tributária. E conseguimos dar todos os encaminhamentos necessários para que isso daqui se tornasse realidade”, ressaltou o governador ao lembrar que a Eneva também já recebeu licença de instalação de uma térmica no campo de Azulão.

“Hoje é uma realidade. Depois de dois anos e meio o projeto está pronto e começa abastecer a térmica de Jaguatirica em Boa Vista, que vai ser inaugurada nos próximos dias”, completou Wilson Lima.

MATERIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap