Ameaças de massacres em escolas de Manaus são investigadas pela PC-AM

Os ataques têm como alvos, as escolas estaduais Tiradentes e Áurea Pinheiro Braga, zona Oeste e zona Sul, respectivamante
Fotoos: Reprodução

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) investiga crimes de ameaças feitas pela internet. As investigações da Delegacia Especializada em Repressão a Crimes Cibernéticos (Dercc) iniciaram após um possível plano de atentado a alunos de escolas da rede estadual causar pânico nos alunos em Manaus.

O ataque tem como data o próximo dia 15 de setembro e o alvo seria a Escola Estadual Áurea Pinheiro Braga, localizado no bairro Compensa, zona Oeste de Manaus. Outro anúncio de massacre foi compartilhado nas redes sociais na tarde desta terça-feira (14). Um novo perfil divulgou que dia 15 de setembro, o alvo do massacre, agora, será na Escola Estadual Tiradentes, no bairro Petrópolis, zona Sul da capital..

A motivação dos ataques relatado na internet, seria porque segundo o suspeito que divulgou o possível atendado teria dito que sofria bullying no ambiente escolar e que tentou tirar a própria vida várias vezes. Um perfil com o nome ”Massacre 157 aurea braga”, no twitter foi criado e segue 48 pessoas.

A Dercc reforça que está atenta e realiza investigações de ameaças feitas por meio cibernético, sobretudo, aquelas relacionadas a ataques em escolas, órgãos públicos e similares. Porém, a Especializada não pode informar especificamente sobre o andamento de casos que estão em processo de investigação, tendo em vista, que os trabalhos policiais podem ser comprometidos, caso divulgados à imprensa.

Em casos de possíveis crimes que estejam sendo divulgados por meio das redes sociais, principalmente os relacionados a ataques, os veículos de comunicação ou qualquer cidadão podem registrar o Boletim de Ocorrência (BO) na sede da Dercc, que fica localizada nas dependências da Delegacia Geral (DG), na avenida Pedro Teixeira, 180, bairro Dom Pedro, para que as investigações em torno do caso sejam iniciadas.

O BO também pode ser realizado por meio da Delegacia Virtual (Devir).

Leia Também:

Massacre 157: plano de atentado a uma escola de Manaus deixa alunos em pânico

Escola Tiradentes recebe ameaça de novo massacre em Manaus

MATERIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap