terça-feira, 16 de agosto de 2022

Amiga cria campanha para ajudar mãe de Eliza Samudio

Sônia Moura ficou viúva recentemente e não consegue pagar aluguel do lugar onde mora
(Foto: Reprodução0

Um apelo surgiu na internet na tarde desta sexta-feira (8). Uma vaquinha on-line foi criada para ajudar Sônia Moura, de 52 anos, mãe de Eliza Samudio. Eliza desapareceu em 2010 e seu corpo nunca foi encontrado.

O goleiro Bruno Fernandes foi condenado pela morte da moça, sua ex-parceira, com quem teve um filho. Bruninho, que hoje tem 12 anos, é criado pela avó. Os dois viviam junto com Hernane, marido de Sônia e avô do adolescente.

O autônomo de 52 anos era o responsável pelo sustento da casa – já que a avó afirma que o garoto nunca recebeu pensão do pai -, mas teve duas paradas cardíacas e foi internado há 45 dias. Nesta semana, os parentes receberam a notícia de sua morte cerebral.

Sônia não trabalha, é dona de casa e, sem a presença do companheiro, não tem condições de arcar com as despesas da família. Foi por esse motivo que a psicóloga Maria do Carmo Santos, sua amiga, criou a vaquinha para ajudar o afilhado.

“Há um problema, a Sônia precisa pagar as contas. A casa é alugada, e ela tem as despesas com velório, comida e remédio. O dono da residência que ela aluga é amigo, disse que espera, mas não adianta esperar para acumular uma dívida que ela não vai conseguir pagar”, contou Maria ao Metrópoles.

A psicóloga acompanha de perto a situação da família de Eliza Samudio desde 2010. “Ninguém gosta de pedir dinheiro, mas não temos outra saída”, completa. A vaquinha on-line para ajudar Fátima e Bruninho está disponível no link.

Tags:
Compartilhar Post:
Veja Também