Apoiadores de Bolsonaro lançam campanha no Twitter contra Renan Calheiros na relatoria de CPI da Covid

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro estão fazendo uma campanha no Twitter contra a possibilidade de o senador Renan Calheiros (MDB-AL) ser o relator da CPI da Covid
Apoiadores de Bolsonaro lançam campanha no Twitter contra Renan Calheiros na relatoria de CPI da Covid
Apoiadores de Bolsonaro lançam campanha no Twitter contra Renan Calheiros na relatoria de CPI da Covid

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, como as deputadas Carla Zambelli (PSL-SP) e Alê Silva (PSL-MG), estão fazendo uma campanha no Twitter contra a possibilidade de o senador Renan Calheiros (MDB-AL) ser o relator da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) que investigará a forma como o governo federal lida com a pandemia e o uso de recursos da União por outros entres federados.

O relator é o responsável por elaborar o relatório final do colegiado e tem grande influência sobre os trabalhos de uma CPI. Há acordo para o senador alagoano ocupar o posto, mas só haverá confirmação quando o colegiado for instalado.

A hashtag #RenanSuspeito era a 5ª mais citada no Brasil na manhã deste domingo por perfins apoiadores de Bolsonaro. Renan é crítico ao governo federal e tem demonstrado apoio ao petista e ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que deve ser o principal adversário de Jair Bolsonaro na disputa pelo Planalto nas eleições do ano que vem.

O Senado criou a CPI depois de determinação do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luís Roberto Barroso. O presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), não queria. Ele chegou ao posto com apoio de Bolsonaro.

O governo conseguiu que a CPI tivesse como alvo não só a conduta do Executivo federal, mas também o uso de recursos repassados a Estados e municípios.

“Se a CPI vai investigar os repasses da União a Estados, tem sentido o possível relator ser PAI de um dos governadores?”, escreveu Carla Zambelli em sua conta no Twitter.

Ela se refere ao fato de Renan Calheiros ser pai de Renan Filho (MDB-AL), governador de Alagoas. Apoiadores de Bolsonaro têm dito que o governo federal fez sua parte no combate à pandemia transferindo recursos para os Estados. E que é preciso apurar o que é feito com os recursos.

O discurso se insere em um conflito mais amplo entre Bolsonaro e os governadores. Os chefes dos Executivos estaduais determinaram medidas de isolamento social para conter o coronavírus. Medidas às quais Bolsonaro é contra pelos danos que causam à economia.

O nome mais cotado para ser presidente da CPI é Omar Aziz (PSD-AM), que não é aliado nem oposição direta. O governo tenta emplacar Marcos Rogério (DEM-RO) na relatoria em vez de Renan. Deve haver disputa até o último minuto.

Com informações via Poder360
Foto: Divulgação

Leia também: Menezes sobre escolha de Omar Aziz para presidência de CPI da Covid: “Isso é uma das maiores vergonhas do Brasil”

Apoiadores de Bolsonaro lançam campanha no Twitter contra Renan Calheiros na relatoria de CPI da Covid
Samel Banner Lateral

MATERIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap