quarta-feira, 17 de agosto de 2022

Após dizer que programa de IA teria consciência própria, engenheiro da Google é demitido

Funcionário já estava afastado de suas funções
Foto: Reprodução/Unsplash

Manaus (AM) – Um importante engenheiro de software da Google, identificado como Blake Lemoine, foi demitido da empresa após fazer declarações em que afirma que a ferramenta de inteligência artificial LaMDA (Modelo de Linguagem para Aplicações de Diálogo) teria “alma e consciência”.

Leia também: Higiene íntima adequada pode evitar câncer peniano

O engenheiro já tinha sido afastado no mês passado, também por causa de suas declarações a respeito do LaMDA, e segundo um porta-voz da empresa, Blake violou politicas claras de segurança de dados do Google.

O comunicado da demissão foi relatado pela primeira vez pela Big Technology, uma newsletter de tecnologia e sociedade e o Google e muitos cientistas renomados foram rápidos em dizer que a opinião de Lemoine é equivocada, afirmando que a ferramenta é simplesmente um algoritmo complexo projetado para gerar uma linguagem humana convincente, e de modo geral, pode aprender a falar sobre qualquer assunto.

Receba notícias do Portal Tucumã no seu Telegram e fique bem informado! CLIQUE AQUI: https://t.me/portaltucuma

Tags:
Compartilhar Post:
Veja Também