Artista do Boi Caprichoso apresenta boa recuperação no tratamento contra Covid-19

O artista plástico Juarez Lima, de 57 anos, está internado no Hospital Adventista para seguir tratamento contra o novo coronavírus (Covid-19)
Por João Paulo Castro
Publicado em 19/01/21 às 21h35
artista boi caprichoso
artista boi caprichoso

Manaus – O artista plástico Juarez Lima, de 57 anos, do Boi Caprichoso, está internado em Hospital Adventista após ser acometido pelo novo coronavírus (Covid-19). A informação foi confirmada pelos familiares do artista.

Ele testou positivo para Covid-19 no dia 16 de janeiro junto com os demais membros da família, entre eles, a sua esposa Irlani Lima. Juarez chegou a iniciar tratamento em casa, mas foi transferido para a unidade hospitalar.

Juarez Lima Filho informou ao Portal Tucumã que seu pai vem reagindo bem ao tratamento.

“O mais difícil foi conseguir leito, mas graças a Deus eu consegui. Meu pai está tomando oxigênio e os devidos medicamentos. Corresponde melhor ao tratamento. A saturação dele está tranquila. Se Deus quiser, amanhã teremos boas notícias”, disse.

Ele informou que sua mãe está internada, entretanto, Irlani segue no Hospital Rio Negro. Nas redes sociais, ele agradeceu o apoio e palavras de incentivo em prol da saúde de seus pais.

“No mais, quero agradecer a todos pelas palavras de incentivo e orações, e que nesse momento possamos continuar em orações pela saúde dos meus pais e de todos que estão passando por esse momento difícil da pandemia”, reitera.

Carreira

Juarez Lima é artista plástico, cenógrafo e produtor cultural. Ele iniciou a carreira artística como pintor em Parintins.

Em 40 anos de carreira, Juarez Lima é reconhecido por trabalhos realizados no Festival Folclórico de Parintins, principalmente no Boi Caprichoso, entre eles: o ritual Ulaykimpia, a lenda amazônica Aymá Sunhé, o ritual Kananciuê e o ritual Mura, O Príncipe das Águas.

Ao longo de sua trajetória, foi influenciado pelo padre italiano Irmão Miguel de Pascalle, que mergulhou nas obras renascentistas de Leonardo Da Vinci e Michelangelo, o ícone parintinense Jair Mendes e o saudoso carnavalesco Joãozinho Trinta.

Tradicionalmente, Juarez Lima realiza a ornamentação do andor de Nossa Senhora do Carmo logo após o Festival de Parintins.

Foto: Paulo Sicsú

Leia também: Defensoria aciona Justiça para manter auxílio emergencial no AM

artista boi caprichoso

veja mais

veja mais

Copy link
Powered by Social Snap