Assaltante é preso e chora afirmando que está “com coronavírus”. VEJA VÍDEO:

Ele atirou em uma pessoa durante um assalto no Conjunto Galiléia.
Publicado em 26/03/20 às 08h31
Por thiago.eduardo

Um homem ainda não identificado foi detido na noite desta quarta-feira (25), acusado de balear uma mulher na zona Norte de Manaus.

Ao ser capturado por policiais, o infrator fez um escândalo dentro da viatura afirmando que não poderia ser preso porque havia contraído coronavírus.

De acordo com informações dos policiais militares, que atenderam a ocorrência, o suspeito teria realizado um assalto próximo ao Pronto Atendimento (SPA) Enfermeira Eliameme Rodrigues Mady, no bairro do Galiléia, e na ação quase atingiu uma criança.

Revoltados, a população ainda teria tentado linchar o homem, que foi preso pela Polícia Militar e levado para o 6° Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde o delegado teria orientado que o homem fosse levado para uma unidade de saúde devido a ferimentos das agressões sofridas pela população.

Ao entrar na viatura, o suspeito reclamou de falta de ar e começou a gritar informando que havia contraído coronavírus: “Por favor me tira daqui, tô com falta de ar, sou foragido e tenho coronavírus”, dizia o homem, que também afirmou que atirou acidentalmente na mulher porque a “arma estava doida”.

O homem foi levado para um Pronto-Socorro para atendimentos médicos. Em seguida, foi encaminhado para a Central de Flagrantes onde deverá prestar esclarecimentos sobre o caso e ficar a disposição da Justiça.

VEJA VÍDEO:

MATÉRIAS RELACIONADAS