terça-feira, 16 de agosto de 2022

Atividade física regular contribui para a diminuição dos sintomas da menopausa

Além do acompanhamento médico para tratamento, um importante aliado nessa fase é o exercício físico regular
Foto: Divulgação

Manaus (AM) – É por volta dos 40 anos que as mulheres começam a sentir uma série de mudanças no corpo, a chamada menopausa. Esse período é marcado pela queda na produção dos hormônios femininos, estrogênio e progesterona, o que impacta diretamente no bom funcionamento do organismo, causando uma série de incômodos, como ondas de calor, oscilação de humor e indisposição. Além do acompanhamento médico para tratamento, um importante aliado nessa fase é o exercício físico regular.

O profissional de educação física da Fórmula Academia, Hercules Lima, ressalta que esse é um período bastante difícil para a maioria das mulheres. “Na academia ouço muito alunas, com idade a partir dos 40, reclamando das mudanças. Um dia acordam bem e no outro surge uma indisposição, tristeza sem explicação. Tudo isso devido à oscilação dos hormônios”, frisou.

LEIA TAMBÉM: Cuidado com o cão: Saiba quais frutas podem servir de alimento para os mascotes

O exercício físico, diz ele, é importante, independente do estágio da vida da mulher. “Quanto mais cedo começar, mais benefícios ela terá ao longo da vida. Porém, nunca é tarde. Se a mulher já chegou na menopausa e não pratica atividade física, a orientação é começar, porque além do ganho para a saúde, redução de sintomas, há também o benefício social. A partir do momento em que passa a interagir, conhecer novas pessoas, fazer amizades, vai também sentindo-se melhor”, destacou.

Hercules Lima acrescenta que a indicação de exercícios precisa ser individualizada e prescrita por um profissional de educação física, considerando histórico e fatores de risco que podem ser agravados na menopausa. Uma mulher que está tendo perda de massa corporal, por exemplo, vai precisar de atividades de musculação.

LEIA TAMBÉM: Há 42 anos, Papa João Paulo II visitava Manaus

Ele explica que na menopausa, devido à queda na produção de estrogênio, é comum as ondas de calor, as variações de humor. Há também uma propensão maior para o surgimento de doenças como diabetes, osteoporose e problemas no coração. Segundo Hércules, há diversos estudos que comprovam que 30 minutos de atividade física diária reduz, por exemplo, o incômodo das ondas de calor, que são comuns nesse período.

Durante e depois da menopausa, as mulheres tendem a perder massa muscular e acumular gordura abdominal. Praticar atividade física regularmente e manter uma alimentação saudável contribui para prevenir o ganho de peso e o aparecimento de doenças cardiovasculares. O exercício também auxilia na regulação dos sistemas cerebrais, que ficam afetados, causando depressão.

*Com informações de assessoria

Receba notícias do Portal Tucumã no seu Telegram e fique bem informado! CLIQUE AQUI: https://t.me/portaltucuma

Tags:
Compartilhar Post:
Veja Também