Auxílio de R$ 600: a cada 4 “nãos”, Dataprev reanalisa 1. Saiba contestar

Confira o passo a passo.
Por redacao
Publicado em 28/05/20 às 02h18

Um a cada quatro (25%) brasileiros que tiveram o cadastro no aplicativo do auxílio emergencial de R$ 600 negado estão em reanálise, segundo a Caixa Econômica Federal.

Cerca de 19,9 milhões de inscrições foram consideradas inelegíveis pela Dataprev, que faz o processamento, e pelo Ministério da Cidadania, que valida os dados. Desse total, cinco milhões estão passando por uma segunda análise, feita pela estatal.

Em paralelo, o governo federal analisa, pela primeira vez, outros 5,1 milhões de cadastros. Os registros incluem parte das pessoas que fizeram a inscrição no dia 7 de abril, data de lançamento do aplicativo, mas que encontraram algum problema no meio do caminho.

Atrasados

Assim, pelo menos 10,1 milhões de pessoas estão aguardando para receber a primeira parcela do auxílio emergencial.

Contudo, esse cálculo não inclui as mães adolescentes. O benefício foi ampliado para elas após terem sido barradas por terem menos de 18 anos. A nova legislação foi sancionada no último dia 14, mas desde então não houve sequer um calendário.

Apesar do atraso, a Caixa Econômica garante o pagamento de todo o auxílio emergencial mesmo se o cadastro tiver sido feito depois do início dos pagamentos. Por ora, o governo prevê três parcelas, mas estuda a ampliação do benefício.

Por outro lado, 46 milhões de brasileiros receberam, até essa quarta-feira (27/05), a primeira e a segunda parcela do benefício de R$ 600.

Como contestar

Cidadãos que tiveram o benefício de R$ 600 negado podem contestar o resultado da análise feita pela Dataprev. Veja, a seguir, o passo a passo:

  1. Abra o aplicativo da Caixa e selecione “Acompanhe sua solicitação”;
  2. Informe os dados e cadastre para prosseguir;
  3. A Caixa vai informar por que o auxílio foi negado. Nesta tela, é possível clicar em “nova solicitação” ou “contestar essa informação”;
  4. Acesse “contestar essa informação”. Vai aparecer uma mensagem de alerta sobre a contestação, que só pode ser feita uma única vez;
  5. Apresente os motivos que estão sendo contestados e, caso deseje continuar, deve selecionar o botão continuar;
  6. Vai ser exibida uma declaração sobre a veracidades das informações prestadas;
  7. Por fim, o pedido de contestação será analisado pela Dataprev. É possível companhar a opção “Acompanhe sua solicitação”

Metrópoles

MATÉRIAS RELACIONADAS