Band pode perder MasterChef em processo judicial

Uma empresa argentina entrou na Justiça alegando que é proprietário do nome da marca 'masterchef', programa da Band
Por Sthefane Campos
Publicado em 23/10/20 às 13h34

A Band está enfrentando um processo por conta do “MasterChef”, que está com um formato diferente por conta do isolamento social . A emissora e a Endemol Shine, produtora responsável pelo reality show no mundo todo, são alvos de um processo na Justiça movido pela escola de gastronomia argentina Mausi Sebess. Segundo o site Notícias da TV, a empresa estrangeira argumenta ser dona do nome “MasterChef” no Brasil e acusa o canal de televisão e a produtora de uso indevido de marca. 

O instituto de gastronomia entrou com um pedido na Justiça para suspender a exibição da atual temporada do “MasterChef”. A empresa alega que tem o registro do nome do programa no Inpi (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) até o ano de 2027. O desembargador Mario Assis Gonçalves negou o pedido de suspensão.

O motivo da briga

A Mausi Sebess é um escola de culinária com mais de 20 anos e vende cursos à distância pela internet para brasileiros. O instituto começou a oferecer esse serviço em 2013 com o nome de “Educação Master Chef”, um ano antes do reality da Band estrear no Brasil.

No ano seguinte, a Endemol, que é dona da marca “MasterChef” no restante do planeta, entrou com um pedido no Inpi para registrar o nome do programa em território nacional. O órgão negou esse requerimento em 2017, pois a escola de gastronomia já tinha registrado a marca e é detentora dela até 2027.

Somente este ano, em 2020, que a empresa argentina entrou com o processo na Justiça alegando o uso indevido da marca. A Band preferiu não comentar o assunto, mas a Endemol enviou um comunicado oficial ao Notícias da TV. “O MasterChef é um dos formatos de TV mais aclamados do mundo, originalmente lançado em 1990, presente em mais de 60 territórios globalmente. Aqui no Brasil é uma das principais séries de culinária do país, sendo uma marca lifestyle conhecida e de sucesso. Contestamos a ação no mérito e não comentamos ações judiciais em curso”, declara a produtora.

Com informações do IG.

Foto: Reprodução

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap