Big Brother Portugal pune participante após comentário sobre brasileiras: ‘São de uma raça… são da favela’

Fala fez produção punir Sónia com a perda da liderança e participação no paredão
Por Raphael Sampaio
Publicado em 25/06/20 às 06h16

(Imagem: Reprodução)

Uma participante do “Big Brother Portugal” fez um comentário racista contra as mulheres brasileiras e recebeu uma dura punição do programa. Na tarde de quarta-feira, dia 24, Daniel Monteiro, que está confinado na casa, recebeu uma mensagem de fãs brasileiros através de uma faixa fixada em um avião, que sobrevoou a casa do reality. ” Daniel, te damos valor e te assumimos”. 

Depois do episódio, os brothers e sisters começaram a falar sobre as brasileiras, reproduzindo alguns esteriótipos de mulheres do País, falando que elas são bravas, por exemplo. Até que Sónia Jesus soltou uma frase lastimável e mudou completamente o rumo da conversa. “As brasileiras são de uma raça… são da favela”, disse a sister. 

A fala racista de Sónia Jesus gerou indignação nas redes sociais, o que fez a produção do “Big Brother Portugal” punir a líder da semana, por considerar o comentário dela ‘inadequado”, tirando dela a liderança. O anúncio foi feito pelo “Big Boss” na noite de quarta-feira, com todos os participantes juntos na sala da casa. Além disso, a participante entrou automaticamente do paredão do dia 5 de julho.

“Como sabem, a minha casa é onde todos cabem e todos devem ser tratados igualmente. Com esses comportamentos, me vejo obrigado a agir. Sónia, a partir desse momento, você deixa de ser líder da casa e, no domingo, estará indicada para a semana seguinte ao paredão”, diz pelo autofalante da casa.

“Pavio muito curto”

Indagada se gostaria de comentar, Sónia disse que “não” e optou por não se manifestar, nem justificou a sua fala, muito menos pediu desculpas. Um dia antes, na terça-feira, ela já havia se desentendido com outra participante, Noélia e não quis se desculpar. Segundo a direção do programa, este “comportamento agressivo” foi levado em consideração para punição final, dada na quarta-feira.

Sónia Jesus tem 27 anos, é de Vila Nova Gaia, cidade colada ao Porto, e trabalha como vendedora ambulante de bases de cortiça. É casada e mãe de duas filhas. No seu perfil no site do programa, ela assegura “ter pavio muito curto” e que “não gosta de pessoas que se fazemde coitadinhas”.

Por Extra e O Dia

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link