Portal Tucumã
Copyright ©2022 Portal Tucumã.
Todos os direitos reservados.

13 de agosto, 2022

Bolsonaro rebate juíza sobre proibir uso de bandeira do Brasil na campanha

O presidente se posicionou após a fala da magistrada durante entrevista à Rádio Fronteira Missões
Foto: Reprodução/Internet

Brasil – O presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), criticou em suas redes sociais, nesta quinta-feira (7), a fala da juíza Ana Lúcia Todeschini Martinez, titular do cartório eleitoral de Santo Antônio das Missões e Garruchos (RS), sobre a bandeira do Brasil ser considerada uma propaganda eleitoral a partir do início oficial da campanha, em 16 de agosto.

“É absurdo querer proibir o uso da bandeira do Brasil sob justificativa eleitoral”, publicou Bolsonaro no Twitter. “Não tenho culpa se resgatamos os valores e símbolos nacionais que a esquerda abandonou para dar lugar a bandeiras vermelhas, a internacional socialista e pautas como o aborto e a liberação de drogas”, complementou ainda.

O presidente se posicionou após a fala da magistrada durante entrevista à Rádio Fronteira Missões nesta quarta-feira (14). “No meu entendimento, a partir de 16 de agosto, a bandeira nacional vai configurar sim uma propaganda eleitoral”, disse a juíza.

Apesar de a juíza não ter citado o nome de Jair Bolsonaro (PL), os apoiadores do presidente adotaram as cores verde e amarela ao longo dos últimos anos e costumam carregar a bandeira do Brasil para completar o figurino.

Veja tweet:

 Com informações do Estado de Minas

Leia Mais:

Receba notícias do Portal Tucumã no seu Telegram e fique bem informado! CLIQUE AQUI: https://t.me/portaltucuma

MATERIAS RELACIONADAS