quarta-feira, 17 de agosto de 2022

Briga entre mulheres no São Raimundo acaba com uma esfaqueada e outra presa

Adrielly Pereira Pinheiro, de 20 anos, foi presa na rua Boa Vista, bairro São Raimundo, na zona Oeste de Manaus, após esfaquear a estudante Marina Saraiva Calil, de 18 anos, naquela bairro, por conta de uma rixa que ambas alimentavam há algum tempo.

De acordo com um policial militar que atendeu a ocorrência, as duas se encontraram sob a ponte do bairro Aparecida, quando a vítima ia para a escola, e iniciaram uma briga. Adrielly levou uma faca de mesa e, durante a briga, furou Marina com a arma branca. Adrielly foi encontrada na escola onde estuda. Os motivos da rixa não foram revelados.

A agressora contou que Marina implicava com ela há muito tempo e que a aguardava em um beco escuro, próximo de sua residência. Segundo Adrielly, Marina a ameaçava e, em represália, ela começou a rebater estas ameaças, prometendo que se continuasse desta forma, iria esfaquear Marina.

A irmã de Marina, Valesca Santos, revelou que as duas eram amigas e se desentenderam por conta de uma terceira pessoa. Segundo Valesca, sua irmã é usuária de drogas e Adrielly tem fama de brigona no bairro. Ela afirma que a briga foi marcada por redes sociais. “Tá tudo lá no Facebook, é só olhar. As ameaça estão todas lá”, afirmou.

A agressora foi conduzida para o 19º Distrito Integrado de Polícia (Dip), Central de Flagrantes da zona Oeste de Manaus, onde será autuada pela Polícia Civil, dentro dos termos da lei. Marina foi conduzida para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do São Raimundo e conduzida posteriormente para o Hospital 28 de Agosto, na zona Centro-Sul de Manaus. Ela sofreu um ferimento na bexiga e deve passar por uma intervenção cirúrgica.

Raphael Sampaio com informações do repórter Waldir Adriano

Tags:
Compartilhar Post:
Veja Também