Cai taxa da população que diz que vida melhorou no governo Bolsonaro

A taxa era de 37% e caiu para 25%, em três meses
Por Edilânea Souza
Publicado em 08/01/21 às 11h56
taxa - Bolsonaro
taxa - Bolsonaro

A taxa da população brasileira que acha que a vida melhorou desde que Jair Messias Bolsonaro (sem partido) assumiu a Presidência da República, em janeiro de 2019, caiu de 37% para 25% em três meses. As informações são de pesquisa realizada pelo PoderData, entre 4 a 6 de janeiro de 2021 e divulgada nesta quinta-feira (7).

Na mesma esfera, cresceu a parcela dos que acham que a vida piorou com a chegada de Bolsonaro, no caso aumentou de 28% para 34%, ou os que dizem que nada mudou saiu de 31% para 39%. Os que não souberam responder são 2%, ante 4% na última rodada.

A atual conjuntura econômica pode piorar o cenário de desaprovação de Bolsonaro e aumentar a percepção negativa sobre o chefe da República. Agora, há mais de 14 milhões de desempregados no país e em breve, acabaram as parcelas do Auxílio Emergencial “coronavoucher“, que ainda distribui poucos pagamentos residuais. O programa atingiu quase 68 milhões de brasileiros e custou R$ 292,9 bilhões.

Dados da pesquisa

A pesquisa foi feita por meio de ligações para celulares e telefones fixos com 2.500 entrevistados em 518 municípios, nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

Com informações Poder 360

Leia mais: Lewandowski suspende requisição de seringas e agulhas feita pela União

taxa - Bolsonaro

veja mais

veja mais

Copy link
Powered by Social Snap