Cantor Victor Chaves é condenado à prisão por agredir a esposa em BH

Victor Chaves foi acusado de agredir fisicamente a ex-esposa Poliana Bagatini, em 2017.
Por João Paulo Castro
Publicado em 13/01/20 às 05h30

O cantor Victor Chaves, que fazia dupla sertaneja Léo, foi condenado à prisão em primeira instância pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). Ele é acusado de agredir fisicamente a ex-esposa, a empresária Poliana Bagatini, em 2017.

Victor foi condenado a 180 dias de prisão em regime aberto, além disso, deverá pagar uma multa no valor de R$ 20 mil à vítima como forma de indenização por danos morais e arcar os custos processuais.

Conforme imagens divulgadas pela polícia, Victor aparece discutindo com Poliana e, logo em seguida, foi agredida fisicamente pelo cantor com socos e chutes no prédio onde moravam.

A vítima contou em depoimento à polícia que estava grávida do seu segundo filho com o cantor, além disso, também informou que não tinha uma boa relação com a mãe do artista, sendo acusada de não cuidar da própria filha.

Foto: Reprodução

Resposta

A defesa do cantor não comentou sobre a condenação, mas afirmou que recorreram da decisão e o caso foi encaminhado para o Ministério Público de Minas Gerais (MPGM).

Ironia

Em fevereiro de 2019 o cantor divulgou um vídeo fazendo uma sátira citando a investigação, produzindo um tipo de entrevista consigo mesmo.

“Senhor Victor, consta que o senhor teria desferido 15 chutes na barriga de uma grávida. A pergunta é: o senhor joga futebol?”. Ele responde com gargalhadas, “Jogo de vez em quando, mas nunca consegui acertar um chute”.

Da Redação com informações do G1 MG

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link