Conor McGregor, ex-campeão do UFC, é detido após denúncia de tentativa de agressão sexual

conor mcgregor agressão
Conor McGregor se aposentou do MMA em junho deste ano. Em nota, a assessoria do lutador negou as denúncias e foi libertado.
Por João Paulo Castro
Publicado em 12/09/20 às 04h27

Manaus – O lutador irlandês Conor McGregor, ex-campeão do UFC, foi detido após ser denunciado por uma possível tentativa de agressão sexual, sendo libertado hoje sem acusações formais. A informação foi divulgada pelo site AFP neste sábado (12).

Segundo a AFP, Conor foi detido na última quinta-feira (10), ele também é suspeito de atentado ao pudor. No entanto, não há detalhes sobre o incidente envolvendo o astro irlandês do MMA.

“Após uma queixa apresentada em 10 de setembro, denunciando eventos que poderiam ser classificados como tentativa de agressão sexual e exposição sexual, Conor Anthony McGregor foi alvo de uma audiência perante os serviços da polícia, como detido”, escreveu a promotoria da cidade da Bastia, capital da Córsega, na França.

O jornal britânico Daily Mail informou que Conor McGregor foi recentemente fotografado em um evento luxuoso na região ao lado da noiva, Dee Devlin. O lutador tinha uma agenda da ilha francesa, inclusive ao lado de parte da família real de Mônaco.

Conor McGregor se aposentou do MMA em junho deste ano. As contas do irlandês nas redes sociais não divulgaram informações sobre o caso na França.

A advogada do lutador, Emmanuelle Ramon, disse que ele “foi libertado antes do fim legal do período de detenção e sem qualquer processo judicial” após a denúncia apresentada contra Conor, descrita por sua representante legal como “abusiva”.

A assessoria de Conor McGregor negou as acusações por meio de nota.

Com informações da AFP
Foto: Divulgação

conor mcgregor agressão

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap