Conselho de Ética do Cidadania pede expulsão de deputado que assediou colega no plenário

Conselho de Ética
O caso aconteceu dentro da Alesp no dia 16 de dezembro de 2020
Por Edilânea Souza
Publicado em 12/01/21 às 14h45

O Conselho de Ética do partido Cidadania optou pelo andamento do processo de expulsão do deputado estadual Fernando Cury. Ele foi acusado pela deputada Isa Penna (PSOL) de assédio durante realização de sessão na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp).

A decisão unânime foi divulgada neste domingo (10) pelo Conselho de Ética do partido e caberá ao diretório nacional do partido definir se Cury será expulso e quais as possíveis punições ao parlamentar.

Para o conselho, a acusação de importunação sexual fere o estatuto e é um “fato grave e insolente”. O parlamentar apresentou defesa por escrito e preferiu não fazer a sustentação oral. 

O andamento do processo será escolhido pela presidência do Cidadania e, se prosperar, caberá ao diretório nacional votar pela expulsão e definir possíveis punições.

O Conselho de Ética da Assembleia Legislativa de São Paulo está em recesso e ainda não julgou o futuro de Cury. A presidência da Alesp disse que não pode convocar uma reunião do Conselho de Ética durante o recesso, segundo o regimento interno. Para tal, é preciso contar com um requerimento da presidência do Conselho de Ética assinado pela metade dos parlamentares.

Sobre o caso

As câmeras do plenário flagraram o momento em que o deputado chega por trás da deputada e ao abraçá-la ele toca no seio dela durante a sessão.  A deputada fez um boletim de ocorrência na ocasião e enviou um e-mail para os demais 92 deputados solicitando apoio para abertura do processo no Conselho de Ética. Ao todo, são 94 parlamentares.

O caso aconteceu no dia 16 de dezembro de 2020 durante votação de projetos da Alesp. Na época, Cury pediu desculpas ao afirmar que não cometeu assédio sexual. O caso será investigado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, pois os envolvidos têm foro privilegiado.

Com informações CNN

Leia mais: Bolsonaro diz que Ford queria subsídios para atuar no Brasil e faltou com a verdade

Conselho de Ética

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap