Corinthians vence, mas é eliminado pelo Guaraní-PAR da Libertadores

Volta é com vitória do Timão por 2 a 1, mas pelo placar agregado, duelo pela segunda fase do torneio termina em 2 a 2. Empate era a vantagem dos paraguaios com o gol fora de casa.
Por Raphael Sampaio
Publicado em 12/02/20 às 11h35

(Foto: NELSON ALMEIDA / AFP)

Não foi dessa vez. Na noite desta quarta-feira, em São Paulo, o Corinthians venceu o Guaraní, do Paraguai, por 2 a 1, pela volta da segunda fase da Conmebol Libertadores. Mas por ter perdido o jogo de ida por 1 a 0, o placar agregado ficou em 2 a 2, o empate pelo gol fora de casa era favorável aos paraguaios, que avançaram à próxima fase, enquanto o Timão foi eliminado. Luan e Mauro Boselli fizeram os gols brasileiros, enquanto Fernando Fernández fez o gol do Guaraní. Por quase todo o jogo, o Corinthians ainda teve de jogar com um jogador a menos por conta da expulsão de Pedrinho.

Com o resultado, o Guaraní enfrentará o Palestino, do Chile, na terceira fase da Conmebol Libertadores, ainda sem datas confirmadas. Já o Corinthians, eliminado, retoma a atenção para o Campeonato Paulista – a equipe volta a campo no sábado, diante do São Paulo.

CORRERIA DESDE O INÍCIO
Após ter perdido o jogo de ida, precisando do resultado nesta volta para sobreviver na competição, o Corinthians foi muito intenso nos minutos iniciais, de olho no gol a qualquer custo. E não demorou muito para a estratégia surtir o efeito esperado: logo aos oito, o 1 a 0 foi confirmado no placar com Luan, mandando colocado para o gol. O Guaraní não se abalou e tentou o empate aos 20, com Redes, mas acabou errando o alvo.

COMPLICOU…
O panorama da partida seguia nos minutos seguintes. O Corinthians tentava ampliar o resultado para ficar mais tranquilo no jogo. Aos 23 minutos, Vagner Love tentou e parou no goleiro Servio. Uma complicação inesperada, porém, aparecia no caminho do Timão aos 28: Pedrinho, advertido com cartão amarelo no começo do duelo, recebeu novo cartão e foi expulso merecidamente – acertou o rosto de Ángel Benítez.

NA RAÇA!
Três minutos depois da expulsão de Pedrinho, o Corinthians seguiu na raça e ampliou o placar parcial – Mauro Boselli se antecipou após cruzamento de Vagner Love e estufou as redes, 2 a 0. Mesmo com um a menos, o Timão seguiu pressionando e ainda antes do intervalo, Fagner, acertando o travessão, e Love, em cabeçada, levaram perigo para os paraguaios. A expectativa para os mais de 40 mil torcedores no estádio era cada vez mais alta.

NÃO FOI DESSA VEZ…
Na volta para o segundo tempo, o Corinthians ficou um pouco desligado e deixou o Guaraní diminuir. Aos sete minutos, Fernando Fernández mandou forte no canto do goleiro Cássio, 2 a 1. No placar agregado, 2 a 2 – e o empate era da vantagem paraguaia pelo gol fora de casa. E assim que o Corinthians foi eliminado, mesmo jogando bem em quase todo o jogo. Luan, um dos destaques, se sobressaia, Fagner e Boselli teriam grandes chances, mas não foi dessa vez. Vitória do Corinthians por 2 a 1, mas mais uma eliminação precoce na história do clube.

Lance!

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link