sexta-feira, 28 de janeiro de 2022

Amazonas

Corpo do poeta Thiago de Mello é velado no Palácio Rio Negro

O poeta amazonense morreu aos 95 anos, nesta sexta (14), de causas naturais
Governador Wilson Lima decretou luto de três dias em todo o Amazonas - Foto: Dii Ferrazz

O corpo do poeta amazonense Thiago de Mello está sendo velado, na tarde desta sexta-feira (14), no Palácio Rio Negro, Zona Sul de Manaus. A cerimônia é aberta ao público.

Thiago de Mello morreu na madrugada desta sexta (14) aos 95 anos, em sua casa, em Manaus, de causas naturais. Reconhecido com um dos grandes autores da literatura regional, ele alcançou fama internacional graças a poemas como o clássico “Os Estatutos do Homem”, escrito em abril de 1964, quando Thiago de Mello era adido cultural da embaixada do Brasil no Chile e amigo de Pablo Neruda.

A potência de seus versos, especialmente os que pregavam contra a violência e opressão, conquistou muitos adeptos, a partir da década de 1970, no meio estudantil e entre grupos de opositores ao regime militar. E, entre os mais admirados, está Os Estatutos do Homem, que se iniciava com os seguintes versos em seu primeiro artigo: “Fica decretado que agora vale a verdade / Que agora vale a vida / e que de mãos dadas / trabalharemos todos/ pela vida verdadeira”.

O governador de Wilson Lima decretou três dias de luto devido a morte do poeta.

Foto: Dii Ferrazz

MATERIAS RELACIONADAS

Copyright © 2022 Portal Tucumã.
Copy link
Powered by Social Snap