Covid-19: profissionais da saúde devem ter gratuidade nos ônibus

Solicitação está sendo discutida pelos vereadores na Câmara Municipal de Manaus.
Por Thiago Eduardo
Publicado em 29/04/20 às 08h16

Em Manaus, profissionais que atuam na área de saúde poderão estar isentos de pagar a passagem de ônibus graças à indicação no 119/2020 que foi aprovada na tarde desta terça-feira (28) durante a sessão virtual da Câmara Municipal de Manaus (CMM).

O documento de autoria do vereador Fred Mota (REPUBLICANOS), discorre sobre a viabilização de isenção de tarifa do transporte coletivo para os profissionais de saúde, enquanto durar o estado de calamidade pública por conta da Covid-19.

“Hoje o enfermeiro, o auxiliar de enfermagem e o pessoal da limpeza não precisam só de aplausos quando alguém é curado. Eles também precisam se deslocar de suas casas até o local de trabalho. As cooperativas estão devendo esses profissionais. Eles não têm dinheiro para deixar o pão de cada dia para os seus filhos. Já me relataram que pedem para entrar no transporte coletivo pela porta da frente. Faço esse apelo para o senhor prefeito que dê essa gratuidade enquanto durar a pandemia”, explicou o vereador.

De acordo com a justificativa da indicação, a medida seria necessária uma vez que é de conhecimento público que ocorram atrasos salariais na área da saúde e vários profissionais passam por dificuldades financeiras. No entanto, eles são peças fundamentais no combate a epidemia do novo coronavírus.

O vereador já havia cobrado o pagamento por parte das cooperativas e do governo do estado durante o seu discurso no pequeno expediente da sessão virtual da CMM na última segunda-feira (27).  Nele, Mota ressaltou a importância da indicação exemplificando as dificuldades relatadas pela classe.

“Algumas cooperativas não pagam funcionários. Para ir trabalhar, os profissionais da saúde pegam carona, vão a pé e emprestam dinheiro de terceiros. Enquanto durar essa pandemia, espero que o senhor prefeito se sensibilize e dê a gratuidade a eles. Não é de hoje que esses trabalhadores estão com atrasos salariais. Onde está o dinheiro deles?”, indagou o vereador.

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap