CPI da Amazonas Energia é assinada por 21 vereadores na CMM

A investigação vai apurar cortes indevidos do fornecimento de energia elétrica durante o estado de calamidade pública na cidade de Manaus
Por Karol Maia
Publicado em 19/02/21 às 15h48

A Câmara Municipal de Manaus recebeu o Requerimento para a criação da Comissão Parlamentar de Inquérito, que vai investigar a empresa Amazonas Energia, nessa quinta-feira (18). Ao todo, 21 vereadores assinaram o documento. A CPI da Amazonas Energia vai apurar as práticas abusivas cometidas pela empresa, como cortes indevidos do fornecimento de energia elétrica durante o estado de calamidade pública na cidade de Manaus, bem como o descumprimento criminoso de decisões judiciais.

Assinaram o requerimento, sete vereadores a mais que o número necessário para a proposta ser aceita e começar a tramitar na Casa. A proposta de Rodrigo Guedes, foi subscrita pelos vereadores Amom Mandel (Podemos), Antônio Peixoto (PTC), Caio André (PSC), Sassá da Construção Civil (PT), Daniel Vasconcelos (PSC), Dione Carvalho (Patriota), Elan Alencar (PROS), Fransuá Matos (PV), Ivo Neto (Patriota),  Jaildo Oliveira (PCdoB), João Carlos (Republicanos), Lissandro Breval (Avante), Eduardo Assis (Avante), Raiff Matos (DC), Sandro Maia (DEM), Thaysa Lippy (PP), William Alemão (Cidadania), Yomara Lins (PRTB), Raulzinho (PSDB) e Capitão Carpê (Republicanos).

O documento que solicita a criação da CPI, tem todos os elementos técnicos e jurídicos, em conformidade com o Regimento Interno da CMM, a Lei Orgânica do Município (Lomam) e a lei federal 1579/52, que dispõe sobre as comissões parlamentares de inquérito.

Após o documento ter sido protocolado, Rodrigo Guedes disse que vai pedir ao presidente da Câmara, vereador David Reis (Avante), para dar celeridade na tramitação da proposta de CPI. Além de membro, Rodrigo Guedes acrescentou que vai requerer a presidência da Comissão.

*Fonte: CMM

LEIA TAMBÉM

veja mais

veja mais

Copy link
Powered by Social Snap