Manaus, 8 de julho de 2020

David Assayag canta louvor ‘Raridade’ em homenagem ao cantor Arlindo Jr.

A homenagem aconteceu durante uma live promovida por David Assayag e contou com a paricipação de Arlindo Neto, filho do Pop da Selva.
Por João Paulo Castro
Publicado em 29/05/20 às 09h12
david assayag raridade

Foto: Reprodução/YouTube

O levantador de toadas oficial do Boi Caprichoso, David Assayag, cantou o louvor ‘Raridade’ na noite desta sexta-feira (29) como forma de homenagem para Arlindo Junior, o ‘Pop da Selva’. A homenagem aconteceu durante uma live do cantor pelo YouTube.

Arlindo Neto, filho do ‘Pop da Selva’, agradeceu a homenagem feita por David Assayag. “Sempre me emociono quando escuto você cantar essa música, muito obrigado”, disse.

David Assayag a live em uma pizzaria localizada na rua Rio Jutaí, conjunto Vieiralves, bairro Nossa Senhora de Fátima, Zona Centro-Sul de Manaus.

A transmissão também teve o objetivo de arrecadar donativos para famílias carentes que enfrentam a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Último trabalho

Arlindo Neto realizou na última semana uma live solidária para fazer o lançamento do DVD ‘O Boi dá Samba’, último trabalho de Arlindo Junior. O projeto por Joel Maklouf, Tilla Jones, Orley Dias, Sylvio Neto, e contou com a participalão de Mano Jorge.

É composto por 19 toadas dos bois Caprichoso e Garantido, entre elas “Pesadelo dos Navegantes”, “Bicho-Homem”, “Perrechés do Brasil” e “Vermelho”.

Além da exibição e lançamento do DVD ‘O Boi dá Samba’, Arlindo Neto também anunciou a venda do penúltimo trabalho de seu pai, o DVD ‘Arlindo Junior – No Teatro da Vida’, gravado em 2017 no Teatro Amazonas.

Falecimento

Arlindo Júnior foi diagnosticado com um câncer em 2016, desde então, passou a travar uma intensa batalha contra a doença. Constantemente ele fazia viagens para São Paulo na intenção de se curar.

Arlindo Júnior pelo Boi Caprichoso em 1996. Foto: Andreas Valentin
Arlindo Junior também foi apresentador e produtor musical do Boi Caprichoso.  Foto: Andreas Valentin

Depois de quatro anos de muita batalha, Arlindo Júnior faleceu no dia 29 de dezembro de 2019 no Hospital Samel, aos 51 anos de idade.

Ele recebeu homenagens em Manaus e Parintins, e foi sepultado no cemitério São João Batista.

Por João Paulo Castro

Leia também: Com mistura de ritmos, P.A Chaves faz Live Solidária no próximo domingo

david assayag raridade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap