quinta-feira, 18 de agosto de 2022

Defesa pede liberdade ou tratamento para Caio, mas Justiça mantém ele na cadeia

Caio Claudino de Souza confessou ter matado a servidora federal Silvanilde Ferreira Veiga
caio
Aos prantos, ele foi levado para exame de corpo de delito - Foto: Henrique Alves/Portal Tucumã

Manaus (AM) – O Juiz de Direito Plantonista das Audiências de Custódia do TJAM, Caio Cesar Catunda de Souza, homologou no início da noite desta quarta-feira (01), em consonância com o parecer do Ministério Público Estado do Amazonas (MPE-AM), o mandado de prisão temporária de Caio Claudino de Souza, acusado da morte de Silvanilde Ferreira Veiga. A defesa requereu que Caio respondesse o processo em liberdade provisória ou que fosse determinado a sua internação compulsória para tratamento por ser dependente químico.

“Compulsando os autos verifico que foram atendidas as formalidades legais necessárias para o efetivo cumprimento do Mandado de Prisão em desfavor do acusado, não se vislumbrando qualquer vício que possa macular a Ordem. Ante o exposto, amparado nas razões acima, homologo o cumprimento do Mandado de Prisão, bem como determino a imediata comunicação ao Juízo de origem para as medidas cabíveis”, escreveu o magistrado em sua decisão.

O processo que originou o mandado de prisão temporária vai tramitar na Central de Inquéritos do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) até o oferecimento da denúncia por parte do Ministério Público do Amazonas, quando então, será remetido a uma das Varas competentes.

Vídeo mostra suspeito ensanguentado

Um vídeo mostra Caio Claudino de Souza, 25 anos, principal suspeito no envolvimento da morte da servidora federal do Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região (TRT-11), Silvanilde Ferreira Veiga, deixando o local do assassinato ensanguentado.

Ela foi encontrada morta no dia 21 de maio em sua residência de luxo localizada na rua Raimundo Nonato de Castro, bairro Ponta Negra, zona Oeste de Manaus. O vídeo mostra as marcas de sangue na roupa de Caio Claudino.

Leia mais: 

Siga o Portal Tucumã nas redes sociais

IG: https://www.instagram.com/portaltucuma/
FB: https://web.facebook.com/Portaltucuma
Twitter: https://twitter.com/PortalTucuma

Tags:
Compartilhar Post:
Veja Também