Demanda por profissões da saúde deve se manter em alta no mercado, mesmo após a pandemia

Saiba quais as funções serão mais procuradas.
Por redacao
Publicado em 05/06/20 às 03h54

O mercado de trabalho mudou drasticamente nos últimos meses, em decorrência da pandemia de coronavírus. Empresas e profissionais tiveram que se adaptar rapidamente ao novo cenário. Algumas atividades, como as ligadas à área da saúde, passaram a ser ainda mais necessárias, aumentando a demanda por profissionais no mercado. Pesquisa feita pelo site especializado em emprego e recrutamento Glassdoor mostra que entre as 20 profissões mais procuradas nesse período estão médicos, enfermeiros, biomédicos, farmacêuticos e psicólogos. Os especialistas acreditam que a alta demanda é uma tendência que deve se manter mesmo após a pandemia. 

O coordenador do curso de Psicologia do Centro Universitário Fametro, Diego Cavalcante, acredita que os reflexos da pandemia de coronavírus serão sentidos ainda durante muito tempo na sociedade, exigindo, portanto, profissionais capacitados para atender as necessidades da população, em vários segmentos da saúde.

Ele lembra que a Organização Mundial da Saúde (OMS) já considerava que doenças psicológicas, como a depressão e ansiedade, teriam grande incidência neste século. “Com a atual situação de pandemia, a tendência é que essas doenças aconteçam com mais frequência. Já temos observado isso em pessoas que estão em isolamento social, em famílias que perderam parentes devido ao Covid-19”, afirmou. Segundo Diego, o papel do psicólogo no futuro estará muito ligado à prevenção a essas doenças, ajudando o indivíduo a aprender a ter controle sobre suas emoções. 

Outra área que terá papel importante no futuro é a Biomedicina. A coordenadora do curso na Fametro, Diana Mota, explica que a profissão possui um leque de opções para atuação. Agora, durante a pandemia, diz ela, o biomédico tem atuado fortemente na área de diagnóstico e pesquisa, seja pra conhecer mais sobre as características e mecanismos do vírus, como também o impacto na saúde ou no desenvolvimento de vacina”, destacou.
A coordenadora ressalta que, após esse período de pandemia, além das áreas de diagnóstico e pesquisa, o biomédico terá papel importante no desenvolvimento de tecnologias que deem suporte à assistência dos pacientes. “Para quem se identifica com Ciência e Tecnologia, o curso de Biomedicina é uma área bastante promissora”, frisou.

Na Medicina, uma das profissões mais requisitadas em todo o mundo nesse período de pandemia, o mercado continuará aquecido. De acordo com a coordenadora do curso de Medicina da Fametro, infectologista Graça Alecrim, uma das áreas de atuação importantes e bastante promissoras, principalmente na região Norte, é a estratégia da família, em que os profissionais atuam na prevenção e diagnóstico precoce de doenças.  

Na área da saúde, a Fametro oferece os seguintes cursos: Medicina, Biomedina, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Nutrição, Odontologia, Psicologia e Educação Física.  Para maiores informações é só acessar o site https://fametro.edu.br/ .

MATÉRIAS RELACIONADAS

SENAI ajuda a localizar ‘emprego ideal’ na indústria

SENAI ajuda a localizar ‘emprego ideal’ na indústria

Resultado de parceria do SENAI com a plataforma de empregabilidade Speck, o Contrate-me funciona em mão dupla: ao mesmo tempo em que o trabalhador cadastra o seu currículo, o empregador, ao oferecer a vaga, deixa registrada ali as especificações do que seria o melhor candidato a ser contratado. A própria plataforma se encarrega de unir esses dois ideais.

Copy link