Dia Nacional do Doador de Sangue une Hemocentros do país

Doador de sangue
No Dia Nacional do Doador de Sangue, comemorado hoje (25), o Hemoam firmou parceria com empresa de aplicativo para conceder descontos em corridas, a quem for doar sangue
Por Edilânea Souza
Publicado em 25/11/20 às 08h38

No Dia Nacional do Doador de Sangue, comemorado nesta quarta-feira (25), o hemocentro do Distrito Federal e de 14 estados brasileiros –  Amazonas, Bahia, Ceará, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo – se uniram na campanha “Somos todos do mesmo sangue”. Cada hemocentro vai desenvolver ações locais para agradecer e incentivar os doadores de sangue. 

A ação inédita vai até o dia 28 e pretende ressaltar a importância desse gesto, especialmente durante a pandemia de covid-19, já que houve queda de até 50% no número de doações em algumas regiões do Brasil.

Segundo o Ministério da Saúde, 1,8% da população doa sangue de forma regular. A estatística fica um pouco abaixo dos 2% ideais definidos pela Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) e bem atrás dos 5% registrados em países da Europa. As doações constantes são essenciais para os estoques de plaquetas, que ajudam no controle de sangramentos e são usadas em tratamentos contra o câncer, por exemplo.

No Amazonas, a Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia (Hemoam) irá homenagear os doadores de sangue nas categorias Ouro, Prata e Diamante, que doaram assiduamente no período de janeiro a outubro de 2020. Além disso, o hemocentro vai oferecer um lanche especial e brindes para quem doar no dia 25, quarta-feira.

Desconto em corridas 

O Hemoam firmou parceria com a empresa de tecnologia Uber, que concederá R$ 15 de desconto, no período de 23 a 25 de novembro, em viagens com o hemocentro como origem ou destino. Para acessar a promoção, os usuários do aplicativo devem selecionar a opção “Pagamento”, no item “Promoções”, “Adicionar código promocional” e inserir a palavra “UBERHEMOAMNOV”.

O desconto só é válido para as doações para a sede do Hemoam, na avenida Constantino Nery, 4.397, Chapada.

Estoque

No quesito estoque, o ano de 2020 foi um dos mais precários já vivenciados pelos hemocentros brasileiros. Com as recomendações de isolamento e o aumento de pessoas infectadas pelo novo coronavírus, o comparecimento de doadores reduziu bastante.

No Amazonas, a maior queda foi registrada entre a segunda quinzena de março e o final de maio. Nesse período, o abastecimento chegou a cair 40%, ou seja, de uma média de 180 a 230 doadores/dia, o Hemoam passou a receber apenas de 90 a 120 doadores/dia.

O momento de crise, por outro lado, chamou a atenção de novos doadores. Em um levantamento no banco de dados do Hemoam, foi identificado que na pandemia houve pelo menos 9 mil novos cadastros de pessoas que se candidataram à doação de sangue pela primeira vez.

Estima-se que esse número se deve aos diversos apelos na mídia e a ações inéditas, tais como as coletas de sangue itinerantes em condomínios residenciais, descontos em corridas pelos principais aplicativos de mobilidade urbana, além de novas parcerias com a sociedade civil organizada.

O horário de funcionamento do Hemoam é de segunda à sábado, das 7h às 18h, na avenida Constantino Nery, 4.397, Chapada, zona centro-sul. O posto de coleta da Maternidade Ana Braga funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h30, na avenida Cosme Ferreira S/N, São José I. Mais informações podem ser obtidas por meio do telefone (92) 3655-0140.

Quem pode doar?

Podem doar sangue as pessoas que tiverem idade entre 16 e 69 anos, sendo que a primeira doação deve ser feita, obrigatoriamente, até os 60 anos. Menores de 18 anos só podem doar com a autorização dos responsáveis legais. Todo doador deve apresentar um documento original com foto.

Horário e local para doação

Se o voluntário tiver almoçado, o procedimento deve ser feito três horas depois. Se for um doador frequente, é preciso obedecer ao intervalo para a doação, que deve ser de dois em dois meses para homens, que podem doar no máximo quatro vezes por ano, e de três em três meses para mulheres, que podem doar no máximo três vezes por ano.

Com informações Agência Brasil

Leia mais: Recursos não usados do Fundeb se tornarão abono para professores

Doador de sangue

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap