quarta-feira, 17 de agosto de 2022

Diretora de creche investigada por amarrar crianças se entrega à polícia

A diretora da escola infantil ‘Colmeia Mágica’, que é investigada por maus-tratos contra crianças e bebês, na zona leste da capital paulista, se entregou à polícia, na noite desta 5ª feira (28.abr). Roberta Regina Rossi Serme, de 40 anos, se apresentou ao DP Central de Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo, por volta de 23h30, depois de passar quase um mês foragida da Justiça.

A irmã dela, Fernanda Carolina Rossi Serme, de 37 anos, que também era proprietária e pedagoga da escola, já havia sido presa na 2ª feira (25.abr), enquanto se refugiava na casa de parentes, em Mogi das Cruzes, também na Grande São Paulos.

As duas donas, além da auxiliar de limpeza da creche Solange da Silva Hernandez, de 55 anos, são suspeitas de torturar física e psicologicamente alunos da escola.

A investigação teve início depois que vídeos de bebês, chorando, amarrados com lençóis a cadeirinhas infantis, repercutiram nas redes sociais. Segundo relatos, crianças que choravam muito ou que se recusavam a se alimentar eram submetidas a diversos tipos de castigos. 

Tags:
Compartilhar Post:
Veja Também