Diversidade ganha mais espaço nas eleições 2020

Diversidade e Lista Tríplice
Confira os destaques da Política local
Por Edilânea Souza
Publicado em 30/01/20 às 10h10

Cota LGBTQ+

O presidente estadual do Partido da Mobilização Nacional (PMN), Marcelo Amil assinou na noite de ontem, decreto que determina que os diretórios municipais reservem 10% do total das vagas para candidatos que se declarem com o movimento LGBTQ+.

O objetivo é garantir o respeito e a proteção dessa população e outros grupos socialmente vulneráveis por meio de políticas públicas. Durante encontro, que aconteceu na sede do PMN Amazonas, no Conjunto Eldorado, também foi criada a sigla PMN Diversidade.

Marcelo Ramos

O deputado federal Marcelo Ramos (PL) participa na manhã desta quinta-feira (30), do programa Tucumã Notícias 1ª edição, às 11h. Acompanhe a nossa programação e participe mandando perguntas ao entrevistado.

Na pauta, os temas abordados serão sobre as eleições 2020, se o partido terá candidatura própria para prefeito de Manaus, sobre a denúncia de contratação irregular de empresas prestadora de serviços na Suframa, os novos projetos e sobre os que estão em andamento na Câmara dos Deputados, além da possível candidatura de Marcelo Ramos à presidência da Casa.

Lista tríplice

Nas vésperas de iniciar o ano legislativo no Senado Federal, marcado para o dia 3, o  senador Plínio Valério (PSDB/AM), entrará com emenda sobre a PEC da Lista Tríplice e se mostra contrário às indicações para escolha de ministros ao Supremo Tribunal Federal (STF), sejam feitas pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Procuradoria-Geral da República e Supremo Tribunal Federal.

De acordo com o senador, cabe ao presidente essa escolha.  “Eu não concordo com essa ideia da lista tríplice não, porque eu acho que o presidente da república tem que ter certas prerrogativas sim, que lhes são concedidas pelo mandato que é legitimado com o voto e a confiança da população, quer dizer amordaçar o presidente que não vai ter muita opção. Eu acho que tem que continuar como estar, até porque essa indicação do presidente vai ter que passar no Senado e somos nós que vamos ter que dar a última palavra”, declara.

Defesa da OAB

Para o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Amazonas (OAB/AM), Marcos Aurélio Choy, a participação dos advogados em discussões sobre o Supremo Tribunal Federal (STF) é de grande relevância e discorda do posicionamento do senador Plínio Valério (PSDB/AM) sobre o tema.

“Com muito respeito ao senador da República, mas infelizmente se ignora o fato de que o advogado é um ator importante dentro do sistema de Justiça e nossa profissão está na Constituição. Toda discussão quanto à democratização da forma de acesso aos cargos do Supremo acho que é relevante, especialmente com o advento da importância que o Supremo vem assumindo nos últimos anos”, comenta Choy.

Portal Tucumã – Compartilhando informação!

Leia mais: Seguidor diz para Bolsonaro ter “cuidado com políticos de Manaus”

Diversidade e Lista Tríplice

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap