Portal Tucumã
Copyright ©2022 Portal Tucumã.
Todos os direitos reservados.

9 de agosto, 2022

Dom Leonardo Steiner substitui Sérgio Castriani na Arquidiocese de Manaus

Depois de uma reunião, o Vaticano anunciou a posse de Dom Leonardo Steiner como novo arcebispo da Arquidiocese de Manaus. A informação foi divulgada na manhã desta quarta-feira (27) pelo jornal italiano L’Osservatore Romano.

Ele será o sucessor de Dom Sérgio Castriani, que renunciou o posto devido a problemas de saúde. Recentemente o cardeal vem sofrendo com a Doença de Parkinson, popularmente conhecido como Mal de Parkinson, impossibilitando sua fala e locomoção.

Apesar da renúncia, Dom Sérgio Castriani continua como administrador apostólico até a cerimônia de posse de Dom Leonardo Steiner, que deve acontecer no dia 31 de janeiro, a partir das 18h, na Catedral Metropolitana Nossa Senhora da Conceição.

O deputado federal José Ricardo (PT) desejou boas-vindas para Dom Leonardo Steiner e que possa fazer um bom trabalho para o Amazonas.

“Desejamos as boas-vindas ao novo arcebispo de Manaus, que possa fazer um bom trabalho em prol do povo do Amazonas, o maior estado do Brasil, principalmente, neste momento de grandes desafios, onde os filhos da Amazônia estão ameaçados pelas ações e omissões do atual Governo Federal”, disse o parlamentar

Biografia

Dom Leonardo Steiner nasceu em Forquilhinha, Santa Catarina, no ano de 1950. Em 1972 se tornou membro da Ordem dos Frades Menores (OFM) quando passou a fazer parte do Noviciado da Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil.

Ele cursou Filosofia e Teologia em Petrópolis, no Rio de Janeiro, de 1973 a 1978. Além disso, também foi ordenado como padre pelas mãos de dom Paulo Evaristo Cardeal Arns, que é seu primo, em janeiro de 1978.

O novo arcebispo de Manaus assumiu trabalhos na área da educação sendo integrante do quadro de professores em suas casas de formação. De 1981 até 1982 concluiu o curso de Pedagogia e de 1987 a 1994 se tornou “mestre dos noviços”.

Em 1995, considerado como frei, Leonardo Steiner foi para o Pontifício Ateneu Antoniano, em Roma, para fazer seu mestrado e doutorado em Filosofia. De 1999 a 2003 foi secretário geral do Pontifício Ateneu Antoniano e quando voltou para o Brasil foi nomeado como vigário da paróquia do Senhor Bom Jesus em Curitiba, Santa Catarina.

Além disso, ele também foi professor na Faculdade de Filosofia São Boaventura.

Da Redação com informações da Assessoria

MATERIAS RELACIONADAS