Portal Tucumã
Copyright ©2022 Portal Tucumã.
Todos os direitos reservados.

7 de agosto, 2022

Em 3 anos, registro de armas de fogo cresceu mais de 200% na Amazônia Legal

Os dados são do relatório Descontrole no Alvo divulgados, nesta sexta-feira (22), pelo Instituto Igarapé
Foto: Reprodução/Internet

Brasil – O número de pessoas com registro de armas de fogo na região da Amazônia Legal cresceu 219% entre dezembro de 2018 e novembro de 2021. Segundo os dados do relatório Descontrole no Alvo divulgados, nesta sexta-feira (22), pelo Instituto Igarapé, o número saltou de 696.909 em 2018 para 1,6 milhão em 2021.

A região da Amazônia Legal é composta pelos seguintes estados: Amazonas, Acre, Pará, Amapá, Roraima, Rondônia, Mato Grosso, Maranhão, Goiás e Tocantins. Com aproximadamente 770 municípios, ocupa 59% do território brasileiro.

O relatório chama atenção ainda para o aumento de armas registradas para Caçadores, Atiradores e Colecionadores (CACs) na região. Em 2018, eram 14.877 e o número passou para 56.610 em 2021, um crescimento de 280,5%. No Brasil, a caça é permitida apenas para o javali. Contudo, o animal tem pouca presença na região amazônica.

A terceira edição do boletim “Descontrole no Alvo”, publicado pelo Instituto Igarapé, nesta sexta-feira (21), traz um alerta sobre o aumento de armas em circulação na Amazônia Legal. Para saber mais sobre a terceira edição do boletim intitulado “Descontrole no Alvo – Amazônia no Alvo”, acesse o link: https://igarape.org.br/boletim-descontrole-no-alvo-03-amazonia-no-alvo/.

Com informações do Metrópoles

Leia ainda: PF acha documentos falsos de preso por morte de Bruno e Dom

Receba notícias do Portal Tucumã no seu Telegram e fique bem informado! CLIQUE AQUI: https://t.me/portaltucuma

MATERIAS RELACIONADAS