Em perseguição policial, quadrilha troca tiros com a polícia após arrastões em Manaus; três suspeitos de assalto morrem

A quadrilha é suspeita de realizar arrastões pela área; a informação chegou até a polícia em forma de denúncia de uma vítima
Por Sthefane Campos
Publicado em 08/04/21 às 09h38

Manaus – Uma perseguição policial resultou em troca de tiros com uma quadrilha que supostamente realizava arrastões na manhã desta quinta-feira (8), no núcleo 5, bairro Cidade Nova, localizado na zona Norte de Manaus. Os quatro suspeitos foram baleados.

De acordo com informações do sargento Salazar, a intervenção policial aconteceu logo nas primeiras horas da manhã, quando os suspeitos de realizar arrastões na região foram localizados e ao serem abordados, iniciaram disparos de arma de fogo contra a polícia, que revidou. A troca de tiros resultou em quatro baleados, sendo três mortos e um ferido.

”A informação chegou por meio da denúncia de uma vítima que nos relatou a placa do veículo e todas as outras características”, disse o sargento.

A operação acionou as viaturas da 9ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), 13ª Cicom; 30ª; 27ª e 6ª. Durante a perseguição policial, houve uma intensa troca de tiros, pois os suspeitos queriam fugir e interromper a captura.

O veículo da quadrilha ficou tomado por bala. Os suspeitos ainda na tentativa de fuga, jogaram uma das armas pela janela no intuito de fazer com que a polícia os deixassem ir. Foram apreendidos além do veículo, dois celulares, arma de fogo e alguns documentos. A identificação da placa do veículo foi coberta por um adesivo, a quadrilha cobriu no intuito de despistar a polícia e não ser identificada.

Os quatro suspeitos baleados foram encaminhados ao Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, localizado na avenida Autaz Mirim, bairro Jorge Teixeira, zona Leste da capital. Três não resistiram aos ferimentos e morreram, e o outro permanece no hospital.

Em confissão à polícia, o suspeito sobrevivente revelou que o veículo utilizado pela quadrilha, era trocado toda semana. Após alta, o suspeito será conduzido ao 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde passará pelos procedimentos cabíveis e ficará à disposição da Justiça.

Ainda não há mais informações sobre o caso.

Confira a matéria completa com o repórter Jhonata Lobato.

Foto: Paulo César

veja mais

veja mais

Copy link
Powered by Social Snap