Portal Tucumã
Copyright ©2022 Portal Tucumã.
Todos os direitos reservados.

7 de agosto, 2022

Em reencontro, Flamengo e Palmeiras fazem jogo equilibrado e empatam no Maracanã

Quase cinco meses após a final da Copa Libertadores, as duas equipes voltaram a se enfrentar, na noite dessa quarta-feira (20)
Raphael Veiga marca João Gomes, na partida entre Flamengo e Palmeiras, no Maracanã Imagem: AGIF

Um duelo digno da rivalidade entre Flamengo e Palmeiras. Quase cinco meses após a final da Copa Libertadores, as duas equipes voltaram a se enfrentar, na noite de hoje (20), em partida muito disputada no Maracanã. O jogo antecipado da quarta rodada do Brasileirão terminou empatado por 0 a 0. O resultado leva o Rubro-Negro a cinco pontos, em terceiro lugar, e com uma partida a mais.

Já o Verdão fica com dois pontos, ainda na 15ª posição.

As duas equipes voltam a campo no sábado (23). Às 16h30 (horário de Brasília), o Fla visita o Athletico-PR, em Curitiba. Já palmeirenses recebem o Corinthians, às 19h, na Arena Barueri.

Quem foi bem: Everton volta a se destacar

Após início de ano abaixo da média, Everton Ribeiro voltou a ser a grande figura do Flamengo. Solto pelos dois lados, o camisa 7 distribuiu dribles, passes e foi alternativa constante para os companheiros. O meia reencontrou seu melhor jogo e parece ter se conectado às ideias de Paulo Sousa.

Quem foi mal: Gustavo Scarpa

Na função de marcação, Gustavo Scarpa até fez bem seu papel. No entanto, na armação de jogadas do Verdão, foi ele o mais apagado no sistema ofensivo palmeirense. Poucas vezes criou, e só conseguiu levar perigo em uma cobrança de escanteio. Deu lugar a Gabriel Veron na etapa final.

Palmeiras vai bem atrás, mas oferece pouco perigo

O time de Abel Ferreira começou melhor defensivamente, se aproveitando dos espaços para contra-atacar. Em 20 minutos, o time paulista levou perigo duas vezes, em jogadas de Dudu e Raphael Veiga. A marcação alviverde passou a oferecer oportunidades, e quase foi vazada duas vezes com Arrascaeta.

Instantes antes do intervalo, Danilo teve ótima chance e mandou no ângulo, mas Hugo fez grande defesa. Na etapa final, os visitantes atuaram mais fechados e focados em segurar os avanços dos rubro-negros, que sofreram para levar perigo para Weverton.

Lázaro faz bom jogo e cai por desgaste

O jovem Lázaro foi a melhor figura do Flamengo na etapa inicial, mas seu futebol caiu drasticamente no segundo tempo após sentir o desgaste do ritmo da partida. O camisa 13 construiu ótimas jogadas pela ala esquerda, foi muito útil taticamente, porém sentiu o cansaço e passou a desperdiçar bolas simples. Apesar da oscilação, o jogador se consolida como opção no Flamengo..

Ainda não foi dessa vez para Pablo

Pouco mais de um mês após assinar com o Flamengo, o zagueiro Pablo passou perto da estreia pelo clube. Ele se recuperava de lesão no ligamento do joelho direito, e foi relacionado pela primeira vez para uma partida pelo clube carioca. No entanto, escalado entre os reservas, o ex-Corinthians não entrou em campo.

Recorde batido

Com 69.997 torcedores presentes, o Flamengo bateu seu recorde de público na temporada. A melhor marca havia sido na goleada por 6 a 1 contra o Bangu, quando 63.450 pessoas foram ao Maracanã.

*Com informações de UOL

LEIA TAMBÉM: Botafogo estreia com vitória na Copa do Brasil

Acompanhe as redes sociais do Portal Tucumã

MATERIAS RELACIONADAS