Empresas clandestinas de segurança privada são alvo de operação da PF

No Amazonas foram fiscalizadas 12 empresas, sendo dez em Manaus e dois em Tabatinga.
foto: Polícia Federal/Divulgação

A Polícia Federal (PF), deflagrou, nesta quinta-feira (25), a Operação Segurança Legal V, que visa o combate de empresas clandestinas de segurança privada.

A operação foi realizada em todas as 27 capitais e nas 95 unidades descentralizadas da PF no país e erca de 590 policiais federais particiciparam da ação.

No Amazonas foram fiscalizadas 12 empresas, sendo dez em Manaus e dois em Tabatinga, que efetuavam segurança clandestina. A ação resultou em 12 Autos de Encerramento e Notificações.

Desde 2017, a Polícia Federal vem realizado essa operação de âmbito nacional.

A contratação de serviços clandestinos de segurança privada coloca em risco a integridade física de pessoas e o patrimônio dos contratantes, já que os “seguranças” clandestinos não se submetem ao controle da Polícia Federal quanto aos seus antecedentes criminais, formação, aptidão física e psicológica. Além disso, as empresas clandestinas não observam os requisitos mínimos de funcionamento previstos na legislação. No Brasil, somente empresas de segurança privada autorizadas pela Polícia Federal podem prestar serviços e contratar vigilantes.

MATERIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap