ESPN e Sportv fazem transmissão conjunta em homenagem a Rodrigo Rodrigues

Interação inédita aconteceu na noite desta terça-feira
Por Raphael Sampaio
Publicado em 28/07/20 às 11h52

(Imagem: Reprodução)

Os canais por assinatura ESPN Brasil e Sportv realizaram uma transmissão conjunta na noite desta terça-feira (29) em homenagem ao jornalista e músico Rodrigo Rodrigues, “descoberto” para o jornalismo esportivo na emissora paulista e que trabalhava atualmente no grupo Globo. “RR”, como era chamado, faleceu na parte da manhã em decorrências de uma trombose vascular cerebral provocada por complicações relativas ao novo coronavírus.

ESPN e Sportv decidiram realizar uma transmissão conjunta de 30 minutos para homenagear o apresentador, realizando um “crossover” entre os programas “SportsCenter” e “Troca de Passes”, no horário das 21h30 às 22h (de Brasília). Pelo lado da ESPN Brasil, participaram a apresentadora Marcela Rafael e o comentarista Paulo Calçade. Já pela parte do Sportv, a homenagem ficou a cargo do apresentador Fred Ring e do ex-jogador e comentarista Paulo Nunes.

Inicialmente, a ideia era juntar profissionais de todas as emissoras de televisão pelas quais Rodrigo Rodrigues passou e exibir momentos do apresentador inesquecíveis nas duas emissoras. Até uma hora antes de o especial ir ao ar, executivos do Grupo Disney e do Grupo Globo ainda discutiam detalhes de questões técnicas da programação conjunta, segundo informações do Portal UOL.

O programa especial conta, por exemplo, momentos de Rodrigo Rodrigues no “Bate-Bola”, programa que apresentou na ESPN Brasil, onde cometia inúmeras gafes e se caracterizou pelo seu estilo bem-humorado. Trechos do “Troca de Passes”, último programa apresentado por RR na televisão, Sportv, ganham destaque também.

A maioria do especial foi feita por depoimentos de Marcela, Calçade, Paulo Nunes e Fred Ring. O mais emocionado foi da apresentadora da ESPN, que chegou no canal esportivo em 2011, juntamente com RR. Ela relatou a última vez que se encontrou com Rodrigo Rodrigues, que não foi em um momento agradável.

“A última vez que a gente se encontrou, não foi em um momento muito legal. Normalmente, a gente se encontrava e ria bastante. Mas mesmo assim, só tenho as melhores lembranças. Ele realmente teve um milhão de amigos”, relatou Marcela Rafael.

Paulo Calçade, que atuou em programas juntos com Rodrigo Rodrigues, contou que o apresentador era o mesmo fora no ar o que era no vídeo. “A gente tentava dar um pouco de alegria, um pouquinho de tudo, e acho que nós conseguimos dar isso para o público. E fora do ar, a gente teve a mesma relação, de alegria, de cumplicidade. O Rodrigo era mesma pessoa do que ele era no ar fora do ar. Era o Rodrigo Rodrigues que tomava suco, ele não bebia. Só gerou alegria por onde passou”, comentou.

Ex-jogador e comentarista do Sportv, Paulo Nunes contou que foi até Goiás pegar uma camisa do Flamengo de 1992 para entregar para Rodrigo Rodrigues, mas não consegui entregar. “Ele sempre teve uma vontade de pegar em uma camisa do Flamengo em 91, 92, dos títulos da época… E eu fui em Goiás, pegar essa camisa, para entregar para ele. Mas aí quando voltei ele saiu de férias, e não deu como entregar a camisa para ele, acabei dando para o Fred. Mas veio essa pandemia, e eu não consegui outra camisa para ele”, revelou.

Emocionado, Fred Ring revelou que foi triste chegar no Sportv para apresentar o “Troca de Passes” desta terça. “Ao sair de casa, e chegar na TV, eu encarei a realidade que eu estava tentando fugir o dia todo, de não ter mais o Rodrigo Rodrigues”, completou o apresentador.

Com informações do portal UOL

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link