Ex-atriz pornô, Mia Khalifa faz campanha para que seus vídeos sejam excluídos da internet

Artista está entre os assuntos mais falados no Twitter; petição online tem mais de 100 mil assinaturas
Por Raphael Sampaio
Publicado em 28/06/20 às 09h26

(Foto: Reprodução)

Desde as primeiras horas deste domingo (28), o nome de Mia Khalifa, líbano-estadunidense que protagonizou vários filmes pornográficos, entre 2014 e 2015, figurou entre os assuntos mais falados na rede social Twitter. O motivo? O site change.org publicou uma petição online para que as gravações em que a atriz aparece em atos sexuais sejam retirados das plataformas online.

A petição foi publicada na última sexta-feira (26) e, segundo detalhes da “Isto É”, teve mais de 100 mil assinaturas. O movimento solicita que as plataformas Bangbros e Pornhub, dedicadas ao conteúdo adulto, exclua do banco de vídeos os filmes protagonizados por Mia (ao todo, ela atuou em 23 produções).

“Mulheres ajudam outras mulheres. Por favor, assinem”, postou uma internauta. “Neste perfil, apoiamos a Mia e também estamos bloqueando quem faz piadinha sobre o passado dela”, compartilhou um outro usuário.

No Instagram, Mia Khalifa, que se tornou influenciadora digital e adora falar sobre esportes, culinária e pets, comentou sobre a petição online. “Esse movimento esclarecerá as práticas predatórias dessa indústria e ajudará a salvar milhares de meninas anualmente das mesmas armadilhas”, disse ela. “Apoie as mulheres que possuem e distribuem seu conteúdo, não as que são exploradas por não terem controle sobre seus corpos”, completou a atriz, que hoje é casada.

O Tempo

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link