Portal Tucumã
Copyright ©2022 Portal Tucumã.
Todos os direitos reservados.

11 de agosto, 2022

Ex-secretário de Silas Câmara é condenado pela Justiça por “raspadinha”

Raimundo da Silva Gomes, ex-secretário do deputado Silas Câmara (Republicanos – Amazonas), foi condenado pela Justiça Federal do Distrito Federal pela prática do crime de peculato, também conhecido como “rachadinha”.

O crime consiste na devolução de parte dos salários dos funcionários do gabinete ao parlamentar.

Ele foi condenado a quatro anos e cinco meses reclusão em regime semiaberto, além de pagar multa, custas e despesas processuais.

O juiz Rodrigo Bentemuller, que pertence à 15ª Vara de Justiça, que tomou a decisão de condenar o ex-secretário do parlamentar. A denúncia foi feita junto ao Ministério Público Federal (MPF) e Silas Câmara responde o processo pelo Superior Tribunal Federal (STF) devido ao foro privilegiado.

Contratações

Cerca de 18 pessoas foram contratadas pelo deputado Silas Câmara para ocuparem cargos comissionados. O MPF diz que Silas exigia parte ou totalidade dos salários de seus funcionários no período de 2000 a 2001.

A investigação também aponta que, na época, alguns assessores não compareciam no escritório de representação do deputado.

Principal função

O ex-secretário tinha como responsabilidade receber o salário pago a todos os funcionários de Silas Câmara. A denúncia também dizia que Raimundo Gomes pagava despesas do gabinete ou pessoais do deputado, como por exemplo, gastos com cartão de crédito.

Defesa

Por meio de nota, o deputado Silas Câmara disse que não conhece a decisão judicial, mas que “confia na Justiça e ter plena convicção de sua absolvição”. A defesa do ex-secretário informou que está cumprindo ordens superiores.

Da Redação com informações da Justiça Federal

MATERIAS RELACIONADAS