Exclusivo: saiba o verdadeiro motivo que fez Tiago Leifert deixar Globo

Apresentador recusou nos últimos dias proposta de R$ 2,5 milhões mensais da TV Globo

Conforme este colunista adiantou com exclusividade há oito meses – no dia 11 de fevereiro – o apresentador Tiago Leifert ‘bateu o pé’ com a recusa pela apresentação da próxima edição do Big Brother Brasil na TV Globo. Mas Leifert ainda não tinha a intenção de deixar a emissora. Essa escolha foi cravada pelo jornalista após entender que seria a única alternativa para não estar mais à frente da próxima edição do reality. 

Tiago Leifert deixa a TV Globo no final do ano
Reprodução/GloboTiago Leifert deixa a TV Globo no final do ano

Conforme este colunista adiantou com exclusividade há oito meses – no dia 11 de fevereiro – o apresentador Tiago Leifert ‘bateu o pé’ com a recusa pela apresentação da próxima edição do Big Brother Brasil na TV Globo. Mas Leifert ainda não tinha a intenção de deixar a emissora. Essa escolha foi cravada pelo jornalista após entender que seria a única alternativa para não estar mais à frente da próxima edição do reality.

De acordo com fontes seguras da TV Globo, Tiago já havia avisado à emissora que não estava mais gostando de apresentar a atração e que não iria mais continuar a partir do ano que vem. Segundo pessoas próximas ao jornalista, ele estaria muito cansado e as estafas de trabalhado somadas as pressões demandadas pelo programa e pelo público do reality teria deixado ‘Titi’ esgotado. Entretanto, como ainda faltavam meses até a próxima edição do BBB, a Globo não teria dado tanta importância e teria acreditado que Leifert mudaria de ideia e que nunca passaria pela cabeça do apresentador pedir demissão no auge da sua carreira. 

Naquela ocasião o apresentador informou à Globo que gostaria de deixar a atração e que precisava de um tempo para se dedicar à família e ao nascimento da filha. Leifert tinha uma folha salarial de R$ 1,5 milhão mensais e, segundo uma fonte da diretoria de contratos da emissora, o jornalista acumulou cerca de R$ 100 milhões nos últimos cinco anos. 

Ainda de acordo com informações seguras deste colunista, Leifert teria mudado de ideia em relação ao período de descanso quando soube acerca da saída de Fausto Silva. Conforme já havia falando anteriormente à Globo, Titi desejava deixar o reality para trabalhar de forma mais tranquila. Por isso ficou bastante animado com a possibilidade que foi colocada diante dele pela própria emissora quando anunciou que ele seria o substituto de Faustão até março de 2023. 

Segundo um amigo próximo de Leifert, o jornalista estava feliz com a possibilidade de ter seu próprio programa e fazê-lo de forma semanal, com gravações que não demandariam mais de três vezes pela semana. Leifert teria ainda comentado a essa pessoa que “um reality é de todos. Todo mundo pode apresentar”, diferentemente de um programa que levaria o seu nome e o seu projeto, sendo esse plano a consagração de um grande objetivo profissional. 

A pressão feita por Luciano Huck para que a Globo antecipasse a saída de Leifert caiu como uma luva à emissora. Naquela ocasião, Leifert foi informado que deveria continuar apresentando o The Voice e o BBB. Entretanto o apresentador recusou firmemente pela segunda vez o comunicado de que deveria estar à frente do BBB. Naquele momento Huck não aceitava substituir Leifert depois de nove meses – conforme havia sido divulgado oficialmente pela própria emissora – e cobrou que o seu acordo feito com a Globo (ser o primeiro substituto de Fausto Silva) fosse imediatamente confirmado pela emissora, uma vez que essa foi a principal condição imposta por ele para concretizar sua renovação contratual. 

Enquanto recusava a apresentação da próxima edição do BBB, Leifert observou que havia um horário ainda para ele aos domingos antes de Luciano Huck entrar no ar. Além disso percebeu que havia também um horário que ficaria aberto aos sábados com a saída de Huck do Caldeirão. Ele contava que iria ocupar um dos horários aos finais de semana e que a direção da Globo respeitaria a sua decisão de deixar o reality. Mas não foi isso o que aconteceu. Leifert viu em poucos dias a apresentadora Fernanda Gentil ocupar o horário que antecede Luciano Huck aos domingos, enquanto percebia a chegada de Mion para ocupar a grade de sábado. Para uma pessoa próxima, o apresentador teria comentado que também dominava a área esportiva e que o programa dado a Fernanda Gentil era também ‘a sua cara’ por se tratrar de um game. Naquela ocasião a Globo ainda insistia para que o apresentador estivesse atento à próxima edição do BBB após o The Voice. 

Com todos esses acontecimentos, Leifert foi informado pela cúpula da Globo sobre a sua renovação contratual de cinco anos. A emissora entregou os documentos assinados para ele, que ficou de assinar e devolvê-lo à diretoria de contratos da emissora. A Globo já havia entregue o documento há cerca de um mês. Segundo uma fonte de dentro da Globo e da inteira confiança deste colunista, Leifert teria ‘enrolado’ todo esse tempo para devolver o documento. Ainda de acordo com essa fonte, ele esperou para ter a absoluta certeza que a Globo não respeitaria sua vontade de deixar o Big Brother Brasil. Foi então que ele decidiu comunicar seu desligamento à emissora e devolver os papeis sem a sua assinatura.

A notícia de que Leifert teve um posicionamento firme e irrevogável caiu como uma bomba na cúpula da Globo. Numa recente reunião entre executivos da emissora um deles chegou a dizer que  ‘Leifert acabava de desmontar o que já estava desmontado’. Isso porque o apresentador ficaria em alerta ano que vem, pois a cúpula global acredita que o programa de Luciano Huck não irá emplacar índices satisfatórios de audiência até o ano que vem. O programa de Huck ainda é incerto na Globo e era justamente Tiago Leifert que ficaria na mira caso precisassem tirar Luciano Huck desta faixa de horário.

Após uma outra reunião entre esses mesmos executivos, a cúpula da Globo deu ordens expressas para que seja pensado um programa para ser ofertado ao apresentador ano que vem. Segundo fontes seguras, a proposta será feita à Leifert no inicio do ano de 2022 acompanhada de uma alta proposta salarial. Se aceito, o programa pode entrar no lugar de Fernanda Gentil, uma vez que só foi planejado ainda para loira uma temporada de programa pelo período de três meses. Com isso Leifert voltaria aos domingos da Globo e continuaria fidelizando com o telespectador de domingo para uma possível substituição de Luciano Huck caso o marido de Angélica não emplaque na programação, o que tem grandes chances de acontecer. Uma pesquisa recente de audiência apontou que Leifert era o preferido do público para substituir Fausto Silva. Luciano Huck apareceu apenas em quarto lugar nessa pesquisa. 

Internamente a Globo já chegou à conclusão que ter forçado Leifert a apresentar a próxima edição do Big Brother Brasil foi determinante para que ele optasse pela demissão. A cúpula da Globo já entendeu que essa imposição desrespeitou os limites apontados anteriormente pelo jornalista e que o maior erro foi não ter acreditado que ele deixaria a emissora, uma vez que essa seria sua última alternativa para não apresentar o reality.

A Globo ainda tem esperanças que Leifert aceite retornar ano que vem. Tão logo comunicou sua saída, a emissora pediu para que Ana Maria Braga ligasse para o jornalista e fizesse um convite para que ele fosse ao Mais Você. A ordem é que Leifert tenha uma despedida repleta de homenagens pertinentes para que o jornalista sinta-se querido na casa e possa retornar assim que o novo projeto que esta sendo desenhado seja apresentado a ele no início do ano que vem.

Com informações do IG.

Foto: Reprodução

MATERIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap