Portal Tucumã
Copyright ©2022 Portal Tucumã.
Todos os direitos reservados.

13 de agosto, 2022

Explode número de homicídios em Iranduba com a guerra de facções

Dados da SSP-AM mostram que apesar do número total de mortes ter caído, no interior do estado, o registro de homicídios subiu 9,64%
A vítima também estava com as mãos e pés amarrados - Reprodução

Manaus (AM) – Nos três primeiros meses, o Amazonas registrou 296 homicídios, sendo 83 no interior do estado e 213 em Manaus. Comparado com as mortes em 2021, houve uma queda nos primeiros três meses de 1,33% de um total de 300 homicídios, sendo 209 em Manaus e 91 no interior. As informações são baseadas em dados da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

Os dados mostram que apesar do númeto total ter caído, no interior do estado, o numero de mortes subiu 9,64%.

Em 2021, os município que mais registraram homicídios foram Tabatinga 11 mortes; Manacapuru e Itacoatiara 10 mortes, cada; Iranduba e Coari 7 mortes cada e Itapiranga, 5 mortes. Já em 2022, O município de Iranduba teve um salto no número de mortes que registrou 15 homicídios; Tabatinga 10 e Manacapuru 9 mortes.

A disputa das facções criminosas por território tem resultado em execuções brutais pelo estado, principalmente, nas cidades da Região Metropolitana da capital amazonense. Os jovens são os mais atingidos pela matança.

Nessa segunda-feira (25), mais uma mãe e um pai entraram em desesperero ao ver o seu filho, Lucas Gabriel, de 21 anos, que foi executado com um tiro na cabeça dentro de casa, onde morava com os pais, no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste.

Ao mesmo tempo em que a polícia iniciava as investigações, do outro lado da Ponte Rio Negro, em Iranduba, a 27 quilômetros deManaus, moradores relatavam invasões de homens encapuzados e armados nos bairros do município. Vídeos foram publicados nas redes sociais e compartilhados em aplicativos de mesagem.

Na noite anterior, itegrantes da facção criminosa Comando Vermelho (CV) efetuou diversos diparos de armas de fogo de forma aleatória contra as residências. Não houve relatos de feridos.

MATERIAS RELACIONADAS