Explosão feriu ao menos 10 pessoas no Beirute nesta terça (4)

Explosão
As explosões aconteceram na manhã desta terça-feira (4)
Por Edilânea Souza
Publicado em 04/08/20 às 02h58

Uma megaexplosão registrada na manhã desta terça-feira (4), em Beirute, feriu ao menos 10 pessoas. Autoridades de Israel e do grupo paramilitarHezbollah negaram qualquer participação que possa ter gerado as explosões, no Líbano.

Uma série de explosões na região portuária de Beirute, no Líbano, foi registrada nesta terça-feira (4). De acordo com a agência de notícias Reuters, ao menos 10 pessoas morreram e centenas estão feridas, embora não se saiba estimar o número exato.

O ministro das Relações Exteriores de Israel, Gabi Ashkenazi disse em um canal de TV parlamentar do país que Israel não tem nenhuma relação com o acidente. Outra fonte do país, acredita que a explosão provavelmente foi um acidente causado por um incêndio.

O grupo Hezbollah, do Líbano, também negou as alegações de que a explosão teria sido resultado de um ataque de míssil a um suposto esconderijo de armas no porto, onde está localizado o epicentro da explosão, informou a OTV Lebanon.

A porta-voz da Casa Branca disse que os Estados Unidos acompanham os fatos que ocorreram nesta terça, em Beirute, no Líbano.

Veja o vídeo:

Com informações R7

Leia mais: Vídeo mostra momento de explosões em Beirute

Megaexplosão

Ao menos duas explosões de grandes proporções atingiram Beirute, no Líbano, nesta terça-feira ( 4). Uma no porto e outra no centro da cidade. O motivo das detonações é desconhecido, mas imagens nas redes sociais mostram um armazém no porto pegando fogo, e logo explodindo.

As detonações ocorrem na mesma semana em que um Tribunal dará o veredito sobre o assassinato do ex-primeiro-ministro Rafic Hariri.

Explosão

MATÉRIAS RELACIONADAS

França amplia toque de recolher contra covid-19

França amplia toque de recolher contra covid-19

O primeiro-ministro francês, Jean Castex, anunciou que um toque de recolher imposto na semana passada a Paris e mais oito cidades será estendido a 38 departamentos, confinando 46 milhões dos 67 milhões de habitantes do país em suas casas das 21h às 6h.

frança mortes coronavírus

Copy link
Powered by Social Snap