sexta-feira, 17 de janeiro de 2020
M

Publicidade

FBI confisca US$ 5 milhões de dono de IPTV

Serviços de TV por internet tem cusado prejuízo às operadores de TV por assinatura e plataformas de streaming (Imagem: Reprodução) Que serviços de IPTV geram lucro não são novidade. Nos EUA, a bola da vez na guerra contra a pirataria do entretenimento é o dono do Gears Reloaded, um serviço de IPTV recentemente derrubado pelo FBI. Omar Carrasquillo (conhecido como OMI…
Publicado em 22/12/19 às 06h05
Por raphaelsampaio

Serviços de TV por internet tem cusado prejuízo às operadores de TV por assinatura e plataformas de streaming (Imagem: Reprodução)

Que serviços de IPTV geram lucro não são novidade. Nos EUA, a bola da vez na guerra contra a pirataria do entretenimento é o dono do Gears Reloaded, um serviço de IPTV recentemente derrubado pelo FBI. Omar Carrasquillo (conhecido como OMI IN A HELLCAT) revelou agora que teve US$ 5,2 milhões confiscados de suas contas bancárias pela polícia federal americana.

Imagens de um recibo de cinco páginas do Departamento de Justiça detalham o que deveria ser apreendido na batida realizada em novembro: foram levados carros, joias e eletrônicos. Além disso, o mandato ainda falava de “listas de canais e contas de e-mail” e informações sobre contas bancárias sob o nome “Bill Castillo” vinculadas a “streaming de vídeo”.

Sentença de milhões em indenização
Pequenos serviços de IPTV oferecem acesso a centenas de canais de TV ao vivo por US$ 20 (pouco mais de R$ 80) mensais. A guerra travada pela Alliance for Creativity and Entertainment (ACE, ou Aliança pela Criatividade e pelo Entretenimento), a liga antipirataria que reúne de estúdios de Hollywood a canais de streaming como Amazon e Netflix, registrou a primeira grande vitória da entidade na Justiça americana.

Com mais de 180 mil assinantes (lucro bruto de US$ 3,6 milhões mensais, ou US$ 43,2 milhões ao ano), o canal Set TV NOW teve sua operação encerrada em 2018, com o pagamento de US$ 90 milhões de indenização à ACE. A entidade, porém, não se deu por satisfeita com a sentença contra a SET Broadcast, LLC.

Um tribunal federal da Califórnia, então, condenou o proprietário do canal de IPTV, Jason Labossiere, e seu funcionário, Nelson Johnson, a pagarem US$ 7,65 milhões de indenização por pirataria – US$ 150 mil para cada uma das 51 obras cujos direitos autorais foram violados.

Tecmundo

Matérias Relacionadas