Fiocruz registra caso de reinfecção com a nova variante de Covid-19 do Amazonas

Fiocruz identificou que paciente obteve o segundo resultado positivo, já com a cepa mutante. Documento informa que o Cievs-AM fez comunicado internacional
Por Henrique De Mesquita
Publicado em 13/01/21 às 12h47
Fiocruz registra caso de reinfecção com a nova variante de Covid-19 do Amazonas
Fiocruz registra caso de reinfecção com a nova variante de Covid-19 do Amazonas

Manaus-AM Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) identificou uma nova cepa variante do SARS-CoV-2 em mulher de 29 anos, com sintomas leves, que foi diagnosticada primeiramente em 24 de março de 2020, com a cepa original. Nove meses depois, em 30 de dezembro, a paciente obteve o segundo resultado positivo, já com a cepa mutante. O documento foi divulgado na última terça-feira (12).

O Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde (Cievs-AM), divulgou um documento chamado “Comunicação de Risco” em que informa a toda a comunidade de saúde nacional e internacional sobre a identificação do segundo caso de reinfecção pela nova cepa mutante do coronavírus, identificada por cientistas japoneses em pessoas que estiveram no Amazonas no início deste mês.

Detalhes sobre o documento

Segundo o documento, a Fiocruz Amazônia identificou uma nova cepa variante do SARS-CoV-2 em mulher de 29 anos, com sintomas leves, que foi diagnosticada primeiramente em 24 de março de 2020, com a cepa original. Nove meses depois, em 30 de dezembro, a paciente obteve o segundo resultado positivo, já com a cepa mutante. O documento aponta que esse resultado é perfeitamente compatível com a situação epidemiológica uma vez que em março de 2020 havia o predomínio da cepa B.1 no Amazonas e já no segundo semestre da linhagem B.1.1.28 (a mutação).

O texto informa ainda que o Cievs-AM comunicou o ocorrido a toda a rede de Cievs do país, à OMS, à OPAS e a laboratórios, fazendo solicitação de rastreamento e medidas de prevenção. Aos governantes municipais e estaduais é recomendado o fortalecimento das medidas de controle para a Covid-19, como o distanciamento social, o uso de máscaras, higienização de ambientes, lavagem das mãos com sabão, etc.
O Cievs-AM aponta que não há evidências de que a nova cepa do vírus seja mais letal ou mais infecciosa do que a original.

Leia documento na íntegra:

Fiocruz registra caso de reinfecção com a nova variante de Covid-19 do Amazonas

veja mais

veja mais

Copy link
Powered by Social Snap