Fluminense tem prova de fogo contra Cruzeiro

Em pouco mais de um mês, muita coisa mudou. Oswaldo foi demitido, o Flu recuperou a confiança com Marcão como técnico e o esquema tático voltou a ser o adotado por Fernando Diniz, com três jogadores de criação no meio de campo. O confronto com o Cruzeiro é a prova de fogo para o time […]
Por nr00xreg
Publicado em 09/10/19 às 18h38

Em pouco mais de um mês, muita coisa mudou. Oswaldo foi demitido, o Flu recuperou a confiança com Marcão como técnico e o esquema tático voltou a ser o adotado por Fernando Diniz, com três jogadores de criação no meio de campo. O confronto com o Cruzeiro é a prova de fogo para o time confirmar a evolução.

A raposa está mal, são seis rodadas sem vencer, com quatro derrotas e dois empates. Ocupa a 18ª posição, com apenas 20 pontos conquistados, cinco a menos que o Fluminense. Porém, tem um bom elenco e vive uma grande pressão da torcida. O técnico Abel Braga não poderá contar com o zagueiro Cacá e o meia Thiago Neves, suspensos, além de Orejuela, que serve à seleção colombiana. Por outro lado, Dedé, Pedro Rocha e Edílson podem voltar à equipe.

Do lado tricolor, Allan e Caio Henrique estão com a seleção brasileira sub-23, Marcos Paulo defende a seleção de Portugal sub-19. Já Digão não pode atuar por pertence ao Cruzeiro, enquanto Wellington Nem sequer viajou para Belo Horizonte por dores no joelho esquerdo.

O Cruzeiro deve entrar em campo com Fábio; Edílson, Dedé, Fabrício Bruno e Egídio; Henrique, Éderson, Marquinhos Gabriel e Robinho; David e Fred. O Fluminense joga com Muriel; Gilberto, Nino, Frazan e Orinho; Yuri, Daniel, Paulo Henrique Ganso e Nenê; Yony González e João Pedro.

Se vencer, o Fluminense pode abrir até seis pontos de vantagem do Z4. Uma derrota traria novamente o desespero da possibilidade de rebaixamento. A partida é encarada como uma final pelas duas equipes.

Por Agência Brasil

veja mais

veja mais

Copy link
Powered by Social Snap