“Gatinha da Cracolândia” segue na prisão por tempo indeterminado

Lorraine Cutier Bauer Romeiro, de 19 anos, vulgo “Gatinha da Cracolândia", é apontada como uma das lideranças da venda de drogas na sua região
“Gatinha da Cracolândia” segue na prisão por tempo indeterminado
“Gatinha da Cracolândia” segue na prisão por tempo indeterminado

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) decretou a prisão preventiva da traficante Lorraine Cutier Bauer Romeiro, de 19 anos, conhecida como “Gatinha da Cracolândia“, identificada por investigação policial como uma das lideranças da venda de drogas no centro da capital

A investigação apontou que Lorraine chegava a movimentar R$ 500 mil por mês com a venda de drogas na Cracolândia de São Paulo.

Lorraine Cutier Bauer Romeiro, segundo policiais, era arrendatária de uma barraca de drogas na qual pagava por semana à facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) entre R$ 3 mil e R$ 5 mil.

Antes da decretação da prisão preventiva, ela já havia sido detida temporariamente por 30 dias, na quinta-feira (22/7), em Barueri, em cumprimento a um mandado judicial.

Lorraine foi presa em flagrante, com uma mochila cheia de drogas, durante operação da Polícia Civil de São Paulo na Cracolândia.

Segundo o delegado da Seccional do Centro de São Paulo, Roberto Monteiro, responsável pela prisão de Lorraine, ela agia como uma “liderança do tráfico” no local.

Em junho deste ano, Lorraine havia sido detida com entorpecentes escondidos no sutiã e na calcinha, também na área da Cracolândia. À época, acabou sendo liberada.

Com informações via Metrópoles

Leia também: Bilionários inauguram a “Era do turismo espacial”

MATERIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap