Gentili paga R$ 2,9 milhões de indenização à Band por quebra de contrato

A Justiça condenou Gentili por considerar que ele havia assinado com a emissora de Silvio Santos mesmo tendo acordo com a Band.
Por Alessandra Aline Martins
Publicado em 21/11/20 às 06h44

O apresentador Danilo Gentili realizou o pagamento de uma indenização de R$ 2.905.039,34 à TV Bandeirantes, referente a um processo por quebra de contrato. Em 2014, Gentili trocou a Band pelo SBT.

Em julho de 2015, a Justiça condenou Gentili por considerar que ele havia assinado com a emissora de Silvio Santos mesmo tendo acordo com a Band.

A indenização, na época, foi arbitrada em R$ 1,92 milhão. Com juros e correções, o valor subiu para R$ 2.905.039,34.

Ex-integrante do humorístico “CQC”, Gentili ganhou no início de 2013 um programa próprio na Band, o “Agora É Tarde”. O contrato vigorava até 31 de dezembro de 2014.

Na ação movida contra Gentili, os advogados da Bandeirantes relataram à Justiça que o apresentador avisou por telegrama que deixaria a emissora um ano antes do término do acordo. Em janeiro de 2014, Gentili passou a comandar o talk show “The Noite”, no SBT, que apresenta até hoje.

Os advogados do apresentador negaram que ele tenha violado os termos do contrato e disseram à Justiça que o pedido de rescisão por justa causa ocorreu devido à “conduta negligente da emissora”.

A defesa de Gentili recorreu da sentença de 2015, mas as decisões favoráveis à Band foram mantidas em 2ª instância e em Brasília. O processo transitou em julgado em 2019 (quando não cabe mais recurso).

UOL não conseguiu contato com o escritório jurídico que representa Danilo Gentili no processo, mas será atualizado caso um posicionamento seja enviado. A assessoria de comunicação do SBT informou que não comenta processos de seus artistas fora da emissora.

O advogado André Marsiglia, que representa a Bandeirantes no processo, confirmou que “de fato, tivemos notícia de depósito do valor incontroverso. No entanto, há ainda o valor ilíquido da condenação [valor a ser apurado referente a lucro cessante]. Esperamos que isso possa ser feito em breve”.

Band também processou o SBT

Paralelamente ao processo contra Gentili, a Bandeirantes acionou o SBT na Justiça acusando a emissora de aliciar o apresentador e os demais integrantes do “Agora É Tarde”.

O SBT foi condenado a indenizar a Bandeirantes R$ 3,684 milhões. A decisão é em 1ª instância. O SBT entrou com recurso, e o caso segue em tramitação.

Com informações do UOL.

Foto: Divulgação

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap