terça-feira, 16 de agosto de 2022

Influencer denuncia morte do irmão de 3 anos por suposta negligência

Paulo Henrique comoveu web ao denunciar morte do irmão João Gabriel, de 3 anos, por suposto descaso de médicos de Itatira, no Ceará
influencer morte irmão

Um influenciador local de Itatira, no Ceará, identificado no Instagram apenas como Paulo Henrique, comoveu a web ao compartilhar o desespero da família para tentar atendimento para o seu irmão mais novo, João Gabriel Sousa da Silva, de 3 anos. O menino acabou falecendo no início da tarde dessa segunda-feira (18), após reclamar de febre alta e dores. Paulo atribui a morte à negligência médica e falta de estrutura do hospital.

O cearense alega que o médico de plantão na unidade de saúde não examinou seu irmão, apenas receitou os medicamentos e o liberou. A febre, contudo, voltou e Biel passou a reclamar de dores abdominais. A família chegou a tentar uma transferência para outra hospital, mas a criança acabou falecendo.

O relato levou internautas a iniciarem uma campanha em busca de respostas nas redes sociais. “Uma criança de mais ou menos 3 anos de idade morreu por puro descaso dos médicos. Como uma criança passa 3 dias indo para o médico se queixando de dores no estômago e febre de 40° e eles simplesmente não fazem nada, nenhum exame, ou pelo menos transfere pra um hospital com mais recursos?”, questionou uma usuária do Twitter.

Em nota publicada nas redes sociais, a Secretaria de Saúde de Itatira diz que “lamenta profundamente o falecimento” de João Gabriel Sousa da Silva e que está “tomando todas as providências e medidas para apurar o procedimento de atendimento a criança”. Confira na íntegra:

Lamentamos profundamente o falecimento do nosso João Gabriel Sousa da Silva, o Biel, estudante da rede de ensino de nosso município. A secretaria de Saúde está tomando todas as providências e medidas para apurar o procedimento de atendimento a criança em nossa rede de saude. Estamos apurando a conduta do médico e tomaremos todas as medidas cabíveis.

Afastamos temporariamente o médico que fez o atendimento a criança, e estamos acompanhando o caso, para que de forma justa e verdadeira possamos dar uma resposta a família e a nossa sociedade itatirense. Sabemos que nada vai amenizar a dor da perda de uma criança cheia de vida e querida por todos, nos solidarizamos com a dor dos familiares e estamos buscando todos os meios cabíveis junto a órgãos responsáveis para apurar com exatidão o caso. À família enlutada, nosso mais fraterno abraço e pêsames.

LEIA TAMBÉM: Vídeo: torcida do Brasil de Pelotas expulsa nazista de arquibancada

Acompanhe as redes sociais do Portal Tucumã

Tags:
Compartilhar Post:
Veja Também