Portal Tucumã
Copyright ©2022 Portal Tucumã.
Todos os direitos reservados.

11 de agosto, 2022

Integrante de grupo criminoso que aplicava golpes em postos de combustíveis é transferido de Silves para Manaus

Gabriel Oliveira, de 22 anos, é suspeito de integrar um grupo criminoso, envolvido em esquemas de trocas de máquinas de cartão de crédito em postos de combustíveis em Manaus
Imagem ilustrativa. Foto: Reprodução

Manaus (AM) – Gabriel Oliveira da Silva, de 22 anos, suspeito de integrar um grupo criminoso que aplicava golpes em postos de combustíveis em Manaus, foi preso nessa quinta-feira (19), no município de Silves (a 204 quilômetros da capital).

Na manhã desta sexta-feira (20), uma equipe da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), efetua a transferência do jovem de Silves para a capital amazonense.

Golpes em postos de combustíveis em Manaus

O grupo criminoso é envolvido em esquemas de trocas de máquinas de cartão de crédito em postos de combustíveis de Manaus. O prejuízo financeiro está avaliado em mais de R$ 100 mil.

Na última terça-feira (19), Gabriel, Jean Glauber de Souza Queiroz, 25, e Maycon Lima da Silva, 42, foram presos em ação deflagrada pela Polícia Civil.

As prisões de Jean e Maycon ocorreram no bairro Alvorada, zona centro-oeste de Manaus. Foram apreendidos um carro, utilizado nas ações, além de um notebook e quatro celulares.

De acordo com o delegado Adriano Félix, titular da unidade especializada, Jean, Maycon e Gabriel, na companhia de outro indivíduo, identificado como Romilkson Christian Sobrinho Soares, 30, praticavam os golpes em mais de 20 postos de combustíveis, localizados em Manaus e nos municípios de Iranduba e Manacapuru (a 27 e 68 quilômetros da capital, respectivamente).

“Maycon se deslocava a um posto de combustível, solicitava abastecimento do veículo e, para realizar o pagamento, pedia a máquina de cartão. Em posse do objeto, ele pedia que o frentista verificasse o pneu do carro, ocasião em que ele tirava foto da máquina, para saber qual era o modelo. A partir disso, o grupo criminoso comprava uma maquineta similar”, explicou o delegado.

O titular esclareceu ainda que Romilkson foi o responsável por instruir os indivíduos em como agir nas práticas criminosas. Jean tinha a tarefa de criar empresas de fachada, com nomes semelhantes a postos verdadeiros, para comprar máquinas iguais às dos postos. As encomendas chegavam na casa do Gabriel e, na residência, Maycon pegava o material e saía para realizar o crime.

“Novamente Maycon se deslocava até um estabelecimento para abastecer. Na hora de pagar, ele fazia a troca das máquinas do posto por outra maquineta, registrada no nome de uma empresa fantasma, criada por Jean”, falou a autoridade policial.

Gabriel, Jean e Maycon responderão por furto qualificado mediante fraude e associação criminosa e ficarão à disposição da Justiça.

LEIA TAMBÉM: VÍDEO: acidente entre motocicletas causa caos no trânsito da Zona Leste de Manaus

Siga o Portal Tucumã nas redes sociais

IG: https://www.instagram.com/portaltucuma/
FB: https://web.facebook.com/Portaltucuma
Twitter: https://twitter.com/PortalTucuma

MATERIAS RELACIONADAS