quarta-feira, 17 de agosto de 2022

Invasores de lote ameaçaram idoso em nome de “lei de Bolsonaro”

Um dos homens presos nessa quinta-feira (28/4) acusados de expulsar o proprietário de um lote no Assentamento 26 de Setembro ameaçou a vítima dizendo que um “decreto do Bolsonaro permitia matar quem invadisse seu lote”, alegando que seu pai era dono do terreno que o bando reivindicava.

O grupo de cinco pessoas foi detido por policiais da 8ª Delegacia de Polícia (Estrutural). Duas mulheres que teriam participado do crime ainda não foram localizadas.

Em vídeo registrado por vítimas, os invasores mandam o proprietário do lote, um idoso de 76 anos, deixar o local: “Se retire”.

Segundo o idoso, a importunação já ocorria há pelo menos dois meses. Além das ameaças no local, ele recebia ligações dos suspeitos, que diziam que iriam invadir outro terreno do homem.

A vítima, que era dona do lote há pelo menos 20 anos, resolveu doar o terreno para construção de uma creche. A instituição foi até o local para iniciar a construção. Enquanto as equipes trabalhavam, diversos homens apareceram alegando serem proprietários do lote e determinaram que todos saíssem.

Tags:
Compartilhar Post:
Veja Também