José Ricardo defende Lula e Dilma e diz que Bolsonaro é ‘irresponsável’

José Ricardo
José Ricardo já está no PT há 25 anos e disse que nunca pensou em mudar de sigla
Por Edilânea Souza
Publicado em 27/07/20 às 09h44

O deputado federal José Ricardo Wedding (PT), muito conhecido por realizar seus discursos políticos em cima de uma Kombi, na cidade de Manaus, participou de entrevista para o quadro Bastidores da Política, do Portal Tucumã, e falou de suas intenções para gerir à Prefeitura de Manaus, como pré-candidato a prefeito de Manaus, no pleito deste ano. As eleições municipais foram prorrogadas para os dias 15 e 29 de novembro por conta da pandemia provocada pelo novo coronavírus.

Entre os temas abordados durante a conversa nos bastidores, José Ricardo disse que se for eleito já tem algumas prioridades, entre elas, projetos voltados para a melhoria da cidade, como: Saúde, Segurança e Economia, caso José Ricardo seja eleito.

O deputado federal falou ainda sobre a tumultuada indicação de seu nome para o pleito, do apoio da sigla em Manaus, do impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff (PT), da prisão do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) e da atuação do atual presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido) no enfrentamento da Covid-19.

Impeachment de Dilma

Sobre o processo de impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff, Zé Ricardo disse que foi um golpe democrático e que a presidenta ajudou o Amazonas com a prorrogação dos incentivos ficais da ZFM, por mais 50 anos.

Uma pena que tenham tirado a Dilma, que foi um golpe contra a democracia. Ela tinha sido eleita enfrentando dificuldades econômicas, mas foi a Dilma que prorrogou a Zona Franca de Manaus (ZFM). Isso para nós é um grande prejuízo aqui do Amazonas. O governo Bolsonaro atualmente quer acabar com os incentivos fiscais e o ministro da Economia, o Paulo Guedes já tomou várias medidas que prejudicou empresas do Polo Industrial. Agora eles têm a Reforma Tributária e através dela querem acabar com os incentivos e, portanto, a Zona Franca. Estou lutando por isso, apresentei emenda ao projeto e estou defendendo a ZFM. A Dilma ajudou e prorrogou por mais 50 anos os incentivos fiscais, uma coisa muito importante que ela fez e que beneficia todos os trabalhadores do nosso estado e da nossa capital principalmente”, ressaltou o pré-candidato a prefeito de Manaus.

Prisão de Lula

“O Lula está livre. Fizeram uma injustiça com ele, um homem que ajudou tanto o Brasil e os trabalhadores e ajudou o Amazonas como eu já falei. Ele está aí, continua fazendo política e não está envolvido em corrupção, ele nunca fez nada errado no sentido de acumular bens e se aproveitar do cargo. Continua discutindo propostas para melhorar a vida da população. Espero que ele tenha muita saúde ajudando o povo. Graças ao Lula nós temos investimentos sociais importantes que até hoje o povo está usufruindo”, disse o deputado federal quando perguntado sobre a prisão do ex-presidente Lula.

Bolsonaro X Covid-19

José Ricardo disse que Bolsonaro prejudicou o país quanto o aumento de casos da Covid-19 no país.

“O povo está vendo que o presidente é uma pessoa que não tem capacidade para administrar o país e o Amazonas está sendo muito prejudicado no governo do Bolsonaro, que não investiu quase nada no estado no ano passado. E agora na pandemia ele é um dos responsáveis pelo aumento dos casos, porque ele estava negando a importância do conhecimento da ciência, que orientava e orienta a população para ter os cuidados, ter o isolamento, o distanciamento social e para poder realmente ter medidas de prevenção. Ele prejudicou muito o país e continua prejudicando. Infelizmente o Amazonas não ganhou nada com o governo Bolsonaro. Muitas mortes são por causa dele e dessa irresponsabilidade”, disse José Ricardo.

Trajetória na Política

Zé Ricardo começou sua carreira política em 1995 quando se filiou ao Partido dos Trabalhadores, mas já era funcionário da sigla desde sua fundação em 1980.

Pela segunda vez o deputado federal tenta um voo mais alto que é comandar a cidade de Manaus, na cadeira da Prefeitura. A primeira foi em 2016, ficando na terceira colocação, com 113.939 votos e agora em 2020, o parlamentar sonha com uma Manaus melhor para os manauaras.

Confira mais detalhes da entrevista ao Portal Tucumã

Bastidor da Política – Quem é o deputado José Ricardo que vai concorrer no pleito de 2020?

José Ricardo – O Zé Ricardo ele é um comunista. É uma pessoa que mora há mais de 40 anos em Manaus, que trabalha muito e que tem família constituída aqui. Sempre estudou em escola e faculdade pública, defende a população e os mais pobres, e quer uma cidade melhor, uma cidade boa para todos viverem.

A gente vem de uma caminhada de muita luta em defesa dos direitos dos trabalhadores, das mulheres, das famílias e pais que querem o melhor para seus filhos.

Nossa caminhada política como vereador, deputado estadual e agora federal sempre foi voltada exatamente para ajudar a resolver os problemas da cidade, do Estado e é claro melhorar a vida das pessoas, lutar pela vida. Todo mundo quer uma boa vida, um bom trabalho ou emprego, ainda mais nesse momento de tanta dificuldade no meio da pandemia do coronavírus.

BP – O senhor vem de uma pré-candidatura um tanto quanto polêmica. O senhor acredita que isso tenha desgastado sua imagem?

JR – Não. No caso nós temos processos internos no Partido dos Trabalhadores e a gente sempre faz um debate, tem muita disputa e isso é uma coisa boa. O PT é um dos poucos partidos no Brasil onde os filiados participam, debatem, podem ser candidatos e disputam as candidaturas. E a gente fez agora o que aconteceu nas eleições passadas, disputar a indicação de nome e fui confirmado e estou como pré-candidato para a eleição municipal deste ano.

BP – O senhor acredita que vai ter o apoio do diretório municipal nesta campanha?

JR – Nós estamos com o apoio de todos. Temos vários coletivos do partido e todos animados. Temos uma chapa completa de vereadores e vereadoras. Já temos o início de debate da construção do plano do governo e todos os coletivos e grupos do partido estão juntos nesse debate.

Sempre alguém fica fora e outros também se dedicam mais as candidaturas proporcionais de vereadores, mas hoje nós temos muita gente. Todos os dias temos mais pessoas querendo fazer parte do processo de construção das ideias e das propostas para a cidade. Universitários, professores, trabalhadores, pessoal do Distrito, profissionais liberais, moradores de vários bairros da cidade. Muita gente já contribuiu para a construção da nossa pré-campanha.

BP Caso seja eleito, como o senhor imagina a Manaus do Futuro?

JR – Eu imagino Manaus um lugar melhor para vivermos. Um lugar que todos possam ter melhor qualidade de vida. Poder morar num lugar melhor, num bairro melhor, um bairro bem cuidado, nós queremos cuidar dos bairros, cuidar do lugar onde as pessoas moram.

BP – O senhor sendo prefeito qual seria aquele projeto que o senhor diz: Esse projeto não pode ficar para o próximo ano de governo. Esse é prioridade, eu vou executar!

JR – Tem muita coisa que a gente poderia dizer que não pode ficar para depois. Todos os assuntos são importantes, mas eu considero uma situação muito difícil também para o povo, e que a prefeitura de imediato precisa trabalhar e a gente vai ter que se empenhar muito, é exatamente a geração de emprego, de trabalho e de renda.

As pessoas estão sem renda então cabe à Prefeitura cuidar também de ter projetos e é isso que nós vamos estar colocando, que não pode ficar para depois. É algo imediato, nós temos que estar nos preocupando.
A Prefeitura precisa criar as condições para favorecer a geração de empregos e promover através de várias formas, seja de formação, capacitação, mas também muitas parcerias. Tem muitas formas de você garantir, por exemplo, que um jovem tenha logo um trabalho ou um estágio, portanto uma prioridade, esse é um dos itens que não pode ficar para depois.

BP – Como vai ser o trabalho na área da Saúde?

JR – Nós estamos vendo aí a população sofrendo devido o coronavírus, mas é necessário o trabalho de prevenção, a atenção básica. Em Manaus, por exemplo, nós não temos nem 40% da cidade com Unidades Básicas de Saúde (UBS’s), com atendimento de médicos clínico geral, pediatra, ginecologista, dentista, nós precisamos ter em toda a cidade. Esse vai ser um dos trabalhos, trabalho de prevenção e cuidar para evitar as doenças. E também temos que cuidar dos igarapés, da poluição e do esgoto que é causador de doenças. Essas são algumas das ações de imediato que como prefeito futuramente estaremos cuidando. Cuidando da saúde, da segurança das pessoas e cuidando dos bairros.

BP – O que o senhor vai fazer quanto à Segurança na cidade?

JR – Nós precisamos de segurança e as pessoas querem segurança e esse é o papel da Prefeitura. Então como prefeito eu vou cuidar também da Segurança, cuidar da iluminação pública nas ruas, de ter porteiro ou seguranças nas escolas, nos postos de saúde, cuidar de fortalecer em vários lugares como os terminais de ônibus terem a presença dos agentes públicos, para também contribuir, é a chamada Segurança Cidadã.

As pessoas querem viver seguras, pegar um ônibus e não ser assaltadas, aguardar o ônibus no terminal, ir para sua casa, para o trabalho ou para o seu lazer, mas com segurança. Então cabe à Prefeitura fazer isso e nós vamos estar lutando por isso, claro que os governos do Estado e o Federal têm sua parte, justamente o Estado com a polícia, e nós temos que cuidar disso.

Leia mais: Pela primeira vez, Orsine Junior fala sobre ‘polêmica’ no PMN com Marcelo Amil

José Ricardo

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link