Justiça do Amazonas autoriza detentos a cumprirem prisão domiciliar

A decisão foi motivada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e atende uma recomendação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).
Por joao.castro
Publicado em 21/05/20 às 07h30
justiça prisão domiciliar

Foto: Michael Dantas/AFP

O Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) liberou 184 detentos do sistema carcerário para cumprirem prisão domiciliar.

A informação foi confirmada pela Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) e atende uma orientação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e tem o objetivo de combater a propagação do novo coronavírus (Covid-19).

Segundo a Seap, esses detentos fazem parte do grupo de risco da Covid-19, de 184 detentos, 122 foram de Manaus e 62 do interior.

Neste momento 54 detentos saíram após pedido de alvará de soltura e 59 detentos tiveram a prisão domiciliar decretada e 71 tiveram a progressão de regime que se trata de um regime menos rigoroso.

A Seap informa que o total da população carcerária no Amazonas é de 11.534, só em Manaus há 4.894 detentos.

Dados

De acordo com boletim divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), o Amazonas soma 25.367 casos confirmados por Covid-19, sendo 12.317 em Manaus e 13.050 no interior, e 1.620 mortes causadas pelo vírus.

Atualmente 529 pacientes internados, sendo 316 em leitos clínicos (43 na rede privada e 273 na rede pública) e 213 em UTI (72 na rede privada e 141 na rede pública).

Em contrapartida, o Amazonas tem 19.734 pessoas que testaram positivo para o coronavírus estão fora do ciclo de transmissão, ou seja, curadas. 3.484 pessoas estão em isolamento social ou domiciliar.

Da Redação

justiça prisão domiciliar
0 Shares

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link